A vitória sobre o Criciúma, no último domingo, deixou o Figueirense com chances de chegar à final do Campeonato Catarinense. Ainda que esteja distante quatro pontos de Chapecoense e Joinville, os líderes do returno, o embalo pelos recentes resultados faz o Furacão acreditar.Além disso, os próprios jogadores se comprometeram com as chances de chegar à decisão.

Segundo o atacante Rafael Moura, o grupo se reuniu, antes mesmo de sua chegada, para reforçar o propósito do returno. E tem dado certo.

– A vitória, o momento, essa mudança, teve uma conversa, um pacto, contra o Inter de Lages, eu nem estava presente, mas foi prometido uma mobilização maior, uma dedicação ainda maior, porque quando houvesse chance de classificar, o Figueirense iria brigar por isso. Eu venho no embalo, na melhora gradativa de cada atletas, e isso me ajuda.

Quando a bola chega, tenho a felicidade de ajudar a equipe – disse o jogador à rádio CBN/Diário.He-Man, aliás, vive lua de mel com a torcida do Figueirense.

Em dois jogos, dois gols marcados e a esperança de ser o goleador na temporada. Feliz, o atacante garante que o ambiente tem feito toda a diferença para sua adaptação.

– Desde o primeiro dia, super à vontade desde a contratação, no dia a dia, a importância que me foi passada é gratificante. No meu primeiro gol e hoje (domingo), todo mundo, os garotos, até quem não conhecia há 15 dias, me abraçando, aplaudindo, a receptividade foi muito boa e parece que estou aqui há anos.

 Para as pretensões do Figueirense ficarem ainda mais reais, o próximo duelo é decisivo. No sábado, o Furacão recebe a Chapecoense, no estádio Orlando Scarpelli.

O confronto está marcado para as 16h.Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.

com/sc
.

Fonte: Globo Esporte