Embora o goleiro Neneca tenha sido eleito o herói botafoguense na vitória sobre a Ferroviária por 1 a 0, o volante Rodrigo Thiesen também precisa ser lembrado por sua “defesa” em cima da linha, de cabeça. Após um cruzamento na área e o cabeceio do jogador afeano, foi ele quem tirou a bola que provavelmente entraria no gol tricolor. Thiesen tirou o perigo, mas não contava com a reação do zagueiro Mirita que, no desespero de afastar a bola, acertou um voleio no rosto do companheiro de defesa.

Recuperado da pancada, que o obrigou a deixar o gramado e ser encaminhado ao hospital, Thiesen celebrou a conquista dos três pontos e crê em um novo triunfo no próximo domingo, diante do Capivariano, livrando o time do rebaixamento.- Essa vitória significa todo nosso esforço na competição, além da confiança que a diretoria e a torcida tiveram em nós durante todo esse tempo.

Penso que fomos merecedores deste grande resultado, que nos deixa vivo para fazer com que o Botafogo permaneça na elite do Paulistão – comentou o volante, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.Mesmo não tendo problemas maiores, o jogador deve ser substituído no meio-campo por Gilmak ou César Gaúcho.

Ele lamentou, mas se incluiu na partida decisiva do Pantera.- Infelizmente não poderei jogar essa partida pelo terceiro cartão amarelo.

Tenho certeza que a torcida irá ao estádio nos apoiar neste último jogo. É mais uma decisão para nós e temos que fazer uma semana boa de trabalho e irmos bem concentrados para o jogo.

Não é porque o Capivariano já está rebaixado que será fácil. É o jogo mais importante para o Botafogo no estadual – resumiu.

.

Fonte: Globo Esporte