Os jogadores de futebol costumam não admitir o favoritismo do clube no qual atuam em uma
partida ou torneio. “Futebol é decidido nos 90 minutos” e “clássico é
clássico” são algumas das respostas-padrão. O clichê, porém, não está
no discurso de Ricardo Oliveira.

O atacante do Santos quer que os
jogadores vejam a equipe como favorita ao título do Campeonato Paulista.Classificado para as últimas sete finais do estadual, com direito a
quatro títulos, o Peixe já está garantido nas quartas de final da competição,
contra o São Bento.

– Desde o início da temporada, nós somos favoritos. Nós somos o
Santos.

Não temos como fugir disso. Não vemos nenhuma vantagem, vemos
jogos decisivos, difíceis, mas estamos super motivados e preparados para
os desafios – disse o camisa 9, em entrevista nesta quinta-feira, no CT
Rei Pelé.

Com convocações para a seleção brasileira e poupado em alguns jogos,
Ricardo Oliveira tem seis gols no Paulistão, cinco a menos que o
artilheiro Roger. O goleador, porém, ainda sonha com mais um prêmio
individual – em 2015, o “Pastor” foi quem mais fez gols no estadual e no Campeonato Brasileiro.

Desde o início da temporada, nós somos favoritos. Nós somos o
Santos.

Não temos como fugir disso”– Eu quero ajudar sempre os meus companheiros com gols. Que esses
gols sirvam para trazer vitórias, bons jogos.

Mas sempre olho para a
artilharia. Sempre olho quem está à minha frente.

Mas não é obsessão.
Se vier, vai ser naturalmente, pelo trabalho coletivo, pela precisão.

Não me preocupa tanto. Se vier, que venha para contribuir com o
trabalho coletivo – completou o jogador de 35 anos.

Já classificado, o Alvinegro encerra sua participação na primeira fase do Paulista
neste domingo, contra o Audax, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro.
Mesmo com a possibilidade de Paulinho não jogar, por conta de um edema na coxa, e com os seis desfalques já confirmados – Gabriel, Thiago Maia, Gustavo
Henrique e Elano (suspensos), e Renato e Alison (lesionados) –,
Ricardo Oliveira não quer saber de atuação “meia-boca”.

– Não vamos enfrentar a boa equipe do Audax para cumprir tabela.
Vão entrar jogadores adaptados, bem integrados ao elenco, que já deram
conta do recado.

Vamos buscar vencer e manter invencibilidade na Vila
Belmiro. Nosso torcedor não permite que joguemos meia-boca – concluiu o
artilheiro.

Ricardo Oliveira tem 10 partidas pelo Santos em 2016, com seis gols
marcados, além de uma assistência. O centroavante está confirmado para
enfrentar o Audax.

*Colaborou sob supervisão de Ivair Vieira Jr
.

Fonte: Globo Esporte