Em mais um clássico do Campeonato Carioca que aconteceu longe do Rio de Janeiro, Flamengo e Vasco ficaram no empate por 1 a 1 nesta quarta-feira, no Mané Garrincha, em Brasília. E essa rotina de viagens com os jogos que tem o mando acontecendo em diferentes praças tem feito o técnico Muricy Ramalho promover um rodízio no time. Mas dessa vez uma mudança aconteceu por opção técnica: a entrada de Gabriel na vaga de Marcelo Cirino.

O comentarista Ricardo Rocha elogiou a alteração e disse que graças a ela o Rubro-Negro “ganhou o meio-campo” (assista ao vídeo).- Foi um bom jogo.

Taticamente, o Muricy deu mais liberdade para que o Sheik se movimentasse com a saída do Cirino. Mas principalmente, o fundamental foi que ele ganhou o meio-campo.

O Flamengo vinha jogando com dois homens abertos e um atacante. E vinha perdendo o meio-campo.

Mas com a entrada do Gabriel, quando o time estava sendo atacado, ele fechava no meio. Quando o time estava atacando, ele abria pela esquerda.

O primeiro tempo foi do Flamengo – disse Ricardo Rocha. Gabriel tenta o drible em Rodrigo durante clássico desta quarta (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)Apesar de ter elogiado a atuação do Flamengo, o comentarista apontou Martín Silva como destaque da partida.

O Vasco investiu cerca de R$ 100 mil para deslocar o goleiro do Uruguai para Brasília. Martín havia participado da vitória da seleção celeste sobre o Peru, de Guerrero, que também esteve no jogo da eliminatória e foi motivo de um esforço parecido do Fla para ter seu atacante.

 – O grande destaque do jogo foi o Martín Silva. Realmente fez defesas belíssimas.

O Flamengo encontrou uma maneira de jogar. E só não ganhou o jogo porque tinha o Martín Silva, que fez uma boa partida, principalmente no primeiro tempo, que foi extraordinário – afirmou Ricardo.

 O Flamengo tem outro clássico pela frente no próximo sábado. Vai enfrentar o Botafogo no estádio Municipal de Juiz de Fora, em Minas Gerais, às 16h.

No domingo, o Vasco recebe o Volta Redonda em São Januário, às 16h. 
.

Fonte: Globo Esporte