Em um momento em que grande parte do país clama por transparência e pelo fim da corrupção, o Rio Branco-ES tomou uma postura não muito comum no futebol capixaba. Neste final de semana o Capa-Preta divulgou, publicamente, em seu site oficial, o balanço financeiro do ano de 2015. No documento, o torcedor pode conferir todas as receitas e despesas e também um resumo das ações provomidas pela atual diretoria.

O presidente Maurício Duque explica que o clube já havia divulgado esses números, em anos anteriores, mas apenas para os sócios.- Sempre trabalhamos com a demonstração total dos gastos e dos ganhos para os sócios do clube.

Todos os relatórios, assim como as notas fiscais e recibos, sempre ficaram à disposição no escritório do clube. Agora estamos divulgando um balanço resumido para o público em geral.

Eu vejo que isso é uma obrigação, ainda mais se tratando de um clube sem fins lucrativos. Essa nossa atitude vai muito além do que a Lei nos obriga.

O dirigente ainda explica que o clube já havia divulgado, publicamente, o balanço em anos anteriores, mas sem os mesmos detalhes do documento referente ao ano de 2015. Duque revelou que a intenção da diretoria é fazer essa publicação até mesmo a cada três meses.

+ Veja o balanço na íntegraLucro em 2015, prejuízo em 2016De acordo com o balanço publicado, em 2015 o Rio Branco-ES teve um ano bastante positivo, tanto que fechou com um lucro de R$ 286.288,41.

Entretanto, em 2016, as perspectivas não são nada animadoras. Com a possibilidade real de ficar de fora das finais do Campeonato Capixaba e, consequentemente, da Série D do Brasileirão, o presidente Maurício Duque não descarta fechar o ano no prejuízo.

– Esse ano vai ser muito difícil até mesmo ficar no 0 a 0. O clube teria que reverter a situação no Estadual, para ter a renda de bilheteria das finais, e ir para a Série D.

Então as perspectivas são bem piores. Acredito que esse ano voltaremos ao patamar que foi em 2014, de muita dificuldade, com o clube fechando no negativo – declarou o presidente capa-preta, que se refiriu ao ano em que o clube não jogou a Série A do Capixabão e teve um prejuízo de R$ 313.

777,96.Para ler mais notícias do Globo Esporte Espírito Santo, clique em globoesporte.

globo.com/es.

Siga também o GE ES no Twitter e por RSS.
.

Fonte: Globo Esporte