O goleiro Rodrigo Ramos comentou o adiamento do jogo entre Moto
e Cordino pela terceira rodada do segundo turno do Campeonato Maranhense. Para
o goleiro, o adiamento causou uma série de frustrações, mas dadas as circunstâncias,
não havia outra medida a ser tomada pela Federação Maranhense de Futebol (FMF).>>> Jogos adiados por conta de campo alagado no CastelãoO adversário que fez uma longa viagem de Barra do Corda até
São Luís também foi lembrado pelo goleiro motense.

– Esse adiamento não é bom para a competição, pois os times
se preparam para entrar em campo, gera uma expectativa e ainda tem o lado
financeiro com gastos com concentração e até viagem, como foi o caso do Cordino,
e quando chega praticamente na hora do jogo, é adiado. E ainda é ruim pra
continuidade do campeonato, pois vão mexer na tabela e o calendário fica mais
apertado pra todo mundo – declarou o goleiro.

Mesmo reclamando do adiamento, o goleiro sabe que se o jogo
fosse realizado na atual condição do gramado do Castelão, o evento teria uma
queda no aspecto técnico.>>> Site da FMF sugere data para “Samará” adiado e Moto reage- Por outro lado, o adiamento do jogo evitou o problema na
qualidade técnico da partida, que ia cair bastante se fosse num gramado daquele
jeito, e isso não é bom pra nenhum time.

Falando do Moto, nosso time é
acostumado a jogar no Castelão em boas condições. Não gostei do adiamento, mas
entendi a situação já que o Castelão é o único que temos liberado em São Luís e
da forma que estava ia acabar com o campo – concluiu o capitão do time.

O time mantém a programação e volta a treinar na trade desta
segunda-feira na academia e nos outros dias da semana segue em atividades no CT
Pereira dos Santos.Na tarde desta segunda-feira, a FMF e os clubes vão
conversar sobre as novas datas, mas a tendência é que o Moto jogue no próximo domingo,
às 16h, contra o Cordino.

.

Fonte: Globo Esporte