Antes da decisão com o Brasil de Pelotas, nesta quarta-feira, na Arena, o técnico Roger Machado encaminhou a equipe do Grêmio para as quartas de final do Gauchão. Mas, de forma incomum, fechou uma parte do trabalho no CT Luiz Carvalho para manter algumas dúvidas no time titular. A lateral direita, posição em que perdeu Ramiro, com caxumba, não parece ser um dos lugares com vaga aberta.

Wallace Oliveira trabalhou ao lado da defesa titular em uma atividade que Roger costuma fazer em vésperas das partidas. No exercício, Roger marcou as posições em campo com barreiras metálicas e distribuiu o elenco todo nelas.

Lado a lado estavam os volantes Maicon e Walace, costumeiramente titulares. Em outro espaço do meio, estava Edinho.

Como opção para encarar o Xavante, o técnico pode optar por preservar Walace para o duelo em Quito ou ainda testar Edinho e Walace lado a lado para a Libertadores, já que o capitão está suspenso. LEIA MAIS> Sem Ramiro, Grêmio recorre a laterais ofensivos e justifica busca por Zeballos> Maicon quer esquecer LDU antes de jogo com Brasil-Pel: “Hora da verdade”No ataque, outra situação semelhante.

Douglas e Bobô, costumeiramente titulares, estavam sob a mesma alçada. Na marca ao lado, trabalharam os meias Lincoln e Tontini, além do centroavante Lucas Coelho.

Destes, só o primeiro tem chance de ser utilizado, o que indicaria uma saída do camisa 10 da equipe. Após as jogadas de ataque construídas no campo, Roger pediu que os jornalistas deixassem o campo.

A partir daí, preparou suas surpresas para o duelo decisivo com o Brasil. Uma provável escalação tem Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Pedro Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Walace, Maicon (Edinho), Giuliano, Douglas (Lincoln) e Luan; Bobô.

Confira as notícias do esporte gaúcho no globoesporte.com/rs
.

Fonte: Globo Esporte