Foram quase três anos até o retorno. Itamar entrou em campo
18 minutos do segundo tempo para marcar a sua estreia pelo Londrina e a volta
aos gramados. Ex-Palmeiras, São Paulo e Flamengo, o atacante de 35 anos precisou de 16
minutos para mostrar que não desaprendeu a jogar futebol e muito menos perdeu o
faro de artilheiro.

Marcou dois gols, levantou a torcida e fechou a goleada do
Tubarão sobre o Parauapebas, por 6 a 0, pela primeira fase da Copa do Brasil (veja os gols do jogo no vídeo acima).É muito especial, é a minha volta, eu cheguei um pouco acima do peso, vim
trabalhando por três meses.

Consegui entrar e fazer dois gols”O último clube de Itamar foi o América-RN, em 2013. Revelado
pelo Iraty-PR, ele tem passagens por Goiás, Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Ceará,
além de jogar na Coréia do Sul, no México e no Catar.

Pensou em parar, mas
recebeu uma proposta do futebol mexicano. Amigo de Sergio Malucelli, gestor do
Londrina, passou a treinar com o elenco do Tubarão em janeiro para readquirir a
forma física.

Itamar conta que perdeu mais de 10 quilos em três meses. Como
a negociação para jogar no México esfriou, o atacante demonstrou interesse em
permanecer no Londrina, o que foi aceito pela comissão técnica.

A ideia inicial
era registrá-lo no Campeonato Paranaense, mas um atraso na documentação impediu
isso.O jogador só foi registrado na terça-feira, um dia antes da
partida contra o Parauapebas.

Mesmo assim, foi relacionado pelo técnico Claudio Tencati e ficou no banco de
reservas até os 18 minutos do segundo tempo, quando substituiu Keirrison.Em cada toque na bola do atacante, a torcida comemorava.

Aos 34 minutos do segundo tempo, veio o primeiro gol. Itamar recebeu na área,
cortou e bateu forte, sem chances para o goleiro.

Ele correu, foi comemorar em
frente os torcedores, depois abraçou os companheiros e o técnico Claudio
Tencati, para no fim agradecer aos céus.Dois minutos depois, mais um gol.

O atacante tocou para Rafael
Gava, que passou de calcanhar para Jardiel. O lateral fez a bola voltar para Itamar,
que bateu de primeira, no canto e fez a festa do torcedor, que gritou o nome do
jogador.

– Não passava pela minha cabeça voltar assim, com dois gols.
É muito especial, é a minha volta, eu cheguei um pouco acima do peso, vim
trabalhando por três meses.

Consegui entrar e fazer dois gols. Agradeço a minha
família e ao clube, que me deu a oportunidade – comemorou Itamar.

Leia também:Após mais de um ano, Keirrison volta a marcarComo não está inscrito para o Campeonato Paranaense, Itamar
não é opção para o jogo de domingo, contra o Atlético-PR, pelas quartas de
final. Porém, o atacante espera dar uma boa dor de cabeça para o técnico
Claudio Tencati na Copa do Brasil e, principalmente, na Série B do Brasileiro.

– O ataque é muito forte aqui, com Bruno Batata, Keirrison,
Wellisson, Quirino. Agora eu também estou aqui para dar essa dor de cabeça –
disse.

Leia mais notícias do esporte paranaense no globoesporte.com/parana
.

Fonte: Globo Esporte