As possibilidades são
remotas, mas o Tupi-MG ainda não está totalmente assegurado na elite do
Campeonato Mineiro em 2017. À parte o fato de precisarem de uma combinação
negativa de resultados para serem rebaixados, os jogadores carijós entrarão em
campo contra a Caldense, neste domingo, às 16h, no Mário Helênio, com um olho no
peixe e outro no gato. Ao mesmo tempo em que espantará qualquer possibilidade
de descenso, uma eventual vitória também poderá aproximar o clube de voltar a
disputar a Copa do Brasil no ano que vem.

Neste ano, por exemplo,
Minas Gerais teve quatro vagas na competição. No entanto, o Atlético-MG não
preencheu uma delas, já que entrará no torneio mata-mata apenas nas oitavas de final, em razão da disputa da Copa Libertadores.

Assim, o América-MG, quinto colocado no Estadual 2015, assegurou
lugar no torneio.Oitavo colocado na atual
edição do Campeonato Mineiro, com 12 pontos, o Tupi-MG não tem mais
possibilidades de ser um dos quatro primeiros e assim garantir vaga na Copa do
Brasil 2017.

Desta forma, o clube precisará contar que um dos clubes do estado
na Série A (Cruzeiro, Atlético-MG e América-MG) conquistem uma cadeira na
Libertadores via Campeonato Brasileiro, ou até pela própria Copa do Brasil. Com
isso, o quinto lugar do Estadual – neste momento o Villa Nova – herdaria o
posto.

Se Galo e Raposa se classificarem juntos para o torneio continental, por exemplo, o
sexto colocado do Mineiro também entraria, e assim por diante.Também por esse motivo, o
Tupi-MG trata a partida contra a Caldense como muito importante.

O zagueiro
Sidimar, que deixou o treino mais cedo nesta quinta, mas não preocupa para o fim de
semana, fez questão de citar a possibilidade da Copa do Brasil quando
perguntado sobre a motivação para o jogo de domingo.- A gente ainda não escapou totalmente do
rebaixamento.

Esperamos fazer um grande jogo para sair com a vitória e, para quem
ficar no ano que vem, ter uma Copa do Brasil também.O companheiro de defesa,
Fabrício Soares, que poderá fazer seu último jogo pelo Tupi-MG, seguiu
exatamente o mesmo raciocínio, e frisou que o elenco está mais calmo com o
fantasma do descenso cada vez mais distante.

– A gente sabe que não
está 100% fora do rebaixamento. Estamos mais tranquilos, só que focados no jogo
de domingo.

O principal objetivo nosso é sair de vez da zona de rebaixamento,
mas temos uma condição boa para classificar para a Copa do Brasil no que vem –
disse Fabrício.Em 2015, o Tupi-MG fez
boa campanha na Copa do Brasil, chegando até a terceira fase.

No caminho, a
equipe eliminou Alecrim-RN e Atlético-PR, e foi eliminado pelo Ceará. O
dinheiro das premiações recebidas foi importante para o planejamento financeiro
do futebol no ano passado.

.

Fonte: Globo Esporte