O líder Cruzeiro vai encarar o lanterna Guarani-MG, domingo, às 16h (de Brasília), com mudanças em relação ao time que venceu o Atlético-MG, por 1 a 0, na última rodada. Fabiano sente cansaço muscular e Henrique levou uma pancada na panturrilha esquerda e serão substituídos por Mayke e Élber – que jogou o clássico, mas não vinha sendo titular. Alisson e Arrascaeta voltam ao time, após servirem às seleções de seus países.

Na avaliação do técnico Deivid, o esquema tático muda pouco, até porque o importante é partir para cima do adversário desde os momentos iniciais da partida.- O Henrique tomou uma pancada e
está fazendo a recuperação, se prevenindo para que ele possa estar recuperado.

Isso a gente tem a preocupação. Não muda muito o esquema que a gente vinha
jogando.

Vamos no 4-3-3 e recompondo com o 4-4-2, com o Élber voltando. Não
vejo nenhuma diferença não.

O mais importante é tomar a iniciativa, jogando em
casa e colocar o time para frente.

No treino desta sexta-feira, Deivid definiu o time que joga domingo.

O Cruzeiro vai com: Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Romero, Cabral e Alisson; Élber, Arrascaeta e Rafael Silva. Neste esquema, Élber vai voltar para ajudar na marcação quando o time não tiver a posse de bola, como explica o treinador cruzeirense.

– Quando você coloca um jogador a mais de frente, você fica
mais ofensivo, mas tem que defender também. Por isso eu estava cobrando
para recompor rápido.

A gente tem que tomar cuidado porque é um jogo de risco. Por
ter feito um jogo bom contra o Atlético-MG, aumenta a cobrança.

 Temos que manter a intensidade, confirmar essa primeira colocação. Vai ser um jogo difícil, o time deles está brigando para fugir do rebaixamento.

O Cruzeiro precisa de um ponto nos dois jogos que restam – na última rodada da fase de classificação vai enfrentar o Boa Esporte, em Varginha – para garantir a primeira colocação da fase inicial do Mineiro. O lanterna Guarani-MG luta desesperadamente contra o rebaixamento.

Por isso, Deivid espera um jogo complicado, com o adversário bem compacto e fechado na defesa.- Temos que manter a intensidade, confirmar essa
primeira colocação.

Vai ser um jogo difícil, o time deles está brigando para
fugir do rebaixamento. Treinador jovem e novo.

Temos que jogar com cautela
porque é um jogo que a equipe adversária tem uma compactação boa. Temos que ter
tranquilidade e inteligência.

Bem humorado, o treinador cruzeirense brincou com o calor da manhã desta sexta-feira, na Toca da Raposa II. Com sensação térmica perto dos 30ºC, Deivid diz que sentiu como se estivesse nos Emirados Árabes Unidos.

– Trabalhamos em Dubai, mas recebemos em real. (risos)

 

 

.

Fonte: Globo Esporte