Jogar com o Fluminense na estreia pela Copa do Brasil não seria fácil para o Tombense e
o técnico Ney da Mata sabia disso. Somado isso às chances perdidas, sobretudo
na bola em que Daniel Amorim chutou para a defesa de Diego Cavalieri, aos cinco minutos do primeiro, o time da Zona
da Mata acabou sendo eliminado da competição nacional após a derrota em Muriaé. Contra um time de
qualidade, segundo o próprio técnico, não pode se pode perder oportunidades
como o Tombense perdeu (assista aos lances acima).

Em dois minutos, o Tombense teve duas boas chances. A
primeira aos três, após erro na saída de bola de Pierre, Cícero cortou.

Aos cinco, Daniel Amorim teve a chance mais clara, mas bateu em cima de Diego
Cavalieri que fez a defesa.

– Tivemos chance de fazer, erramos quando não podia e
eles fizeram.

Perdemos três chances: uma no princípio jogo e duas no segundo tempo
que não podemos perder – avaliou.O treinador, no entanto, reconheceu que o Fluminense
apresenta boa fase no carioca, está na final da Primeira Liga, logo, era o
favorito da partida e fez valer o favoritismo.

– Não se esquece a qualidade do adversário. Sabíamos da
dificuldade, que seria um jogo complicado.

O favorito era o Fluminense. Mesmo
assim tivemos chances que não podíamos perder – concluiu.

Eliminado da Copa do Brasil, o Tombense luta agora para
se manter na elite do Campeonato Mineiro. O time de Ney da Mata entra em campo
no próximo domingo contra o Uberlândia, no Almeidão, em Tombos.

.

Fonte: Globo Esporte