A Amax enfrentou o Andirá no último sábado (26), em jogo que valia a sobrevivência do clube na elite do Campeonato Acreano. E, embora desacreditado pela torcida, o time bateu o Morcego por 5 a 3, no estádio Antônio Aquino, o Florestão, na capital acreana, subindo para a sétima posição na tabela de classificação, com três pontos, e deixando a zona de rebaixamento para o rival da capital. Após o apito final e a confirmação do primeiro resultado positivo da equipe no estadual, o técnico Jean Carlos Ferreira destacou que o objetivo do Azulão passa ser vencer o Alto Acre, na última rodada do primeiro turno, para se garantir na primeira divisão na próxima temporada.

 – Vamos com tudo para cima do Alto Acre e tentar conquistar essa vitória, pois precisamos para ficar na primeira divisão e conquistar essa vaga – afirmou.O treinador, que também é diretor de futebol da Amax, assumiu o comando da equipe na última semana, após o pedido de saída de Afonso Alves.

Ele elogiou a atuação do elenco diante do Andirá e confia que o time pode repetir o bom desempenho contra o Papagaio da Fronteira.- O time está de parabéns, os meninos foram muito guerreiros e tivemos uma de nossas melhores partidas.

Nossa única opção era a vitória e eles lutaram por isso – ressaltou.> Após marcar três gols e tirar Amax da lanterna, atacante foca em “decisão”A Amax tem duelo decisivo com o Alto Acre no domingo (3), às 16h (local).

A partida será disputada no estádio Antônio Araújo Lopes, em Epitaciolândia, a 230 km da capital acreana. Se vencer, o Azulão está garantido na elite do futebol acreano em 2017 e ainda pode sonhar com a classificação para o segundo turno, dependendo do resultado de Plácido de Castro e Galvez, que se enfrentam no mesmo horário na capital.

O Tigre do Abunã é o sexto colocado – último da zona de classificação -, com cinco pontos. Se perder, a definição da situação do time de Xapuri vai depender do resultado de Andirá x Vasco-AC, que se enfrentam no sábado (2).

.

Fonte: Globo Esporte