01.América-RN 4×2 sport – três gols02.Santa cruz 1×2 sport – gol em clássico03.

asa-al 1×1 sport – estreia com gol04.sport 2×1 cruzeiro – gol no estilo van persie05.

Santos 2×2 sport – desarme e assistência Prestes a completar cinco anos como jogador do Sport – falta um mês – o volante Rithely atingirá  outra marca histórica. Neste sábado, quando entrar em campo para defender o Leão contra o CRB, pela Copa do Nordeste, ele estará repetindo um gesto que já fez outras 249 vezes.

O jogo contra os alagoanos será o seu 250º com a camisa do Leão, onde viveu altos e baixos, mas hoje é considerado um dos ídolos da torcida dentro do atual elenco.- Para mim, o mais importante é a vitória contra o CRB.

Não importa se eu estou completando essa marca. Quero a vitória e a classificação.

Legal conquistar essas marcas num clube como esse. Quero que seja como foi quando completei 150 e 200 jogos, que nós vencemos.

Atendendo a um pedido do GloboEsporte.com, Rithely fez uma lista com os seus principais jogos com a camisa rubro-negra.

Diante de um número alto de partidas, teve dificuldades para escolher os cinco principais, mas adotou como critério os que mais se destacou, como quando fez três gols num jogo contra o América-RN, na Série B de 2013.Confira a lista com os principais jogos escolhidos por Rithely:01América-RN 2 x 4 sport – três gols
Para abrir a lista, a escolha não poderia ser diferente.

Apesar de estar sempre na área marcando gols pelo Sport, Rithely só conseguiu marcar mais de uma vez em uma oportunidade. E foram logo três gols.

O Leão foi até Natal enfrentar o América-RN, pela Série B de 2013, e ele comandou a vitória por 4 a 2 marcando três vezes.- A gente estava numa situação complicada, o jogo estava 1 a 1 e eu consegui fazer três gols.

Não é todo dia que um volante consegue essa marca e eu consegui. Por isso é um dos mais importantes.

02Santa cruz 1 x 2 sport – gol em clássicoDizem que gol em clássico nunca é esquecido, e com Rithely a máxima funciona ao pé da letra. Em um dos momentos de baixa no Leão ele foi acionado pelo técnico Eduardo Baptista num clássico contra o Santa Cruz, em 2014, e fez um dos gols da vitória por 2 a 1, no Estádio do Arruda, pela Copa do Nordeste.

Virou titular absoluto depois dali e o Sport acabou campeão do Nordestão e do Campeonato Pernambucano dias depois.- Eu estava voltando de lesão e Eduardo perguntou se eu aguentava o jogo.

Acabei indo e conseguindo fazer o gol de cabeça que abriu o placar. Esse é importante também porque a gente eliminou eles na Copa do Nordeste e acabamos conquistando o título contra o Ceará.

03asa-al 1 x 1 sport – estreia com golRithely também não esquece a sua primeira vez com a camisa do Sport. E foi logo com um gol.

Na Série B do Campeonato Brasileiro de 2011, ele ainda era desconhecido e entrou como titular no jogo contra o ASA-AL, mas mostrou a que veio ao marcar o gol que deu o empate ao Sport. – Foi a minha estreia.

Eu tinha acabado de chegar e já tive a chance de jogar. A gente estava perdendo e no finalzinho eu consegui fazer um gol para a gente empatar.

04sport 2 x 1 cruzeiro – gol no estilo van persieO gol do holandês Robin Van Persie contra a Espanha, na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, ficou marcado pela maneira como ele conseguiu se esticar para pegar a bola de cabeça e encobrir o goleiro Casillas. Dois anos antes, no entanto, Rithely conseguiu fazer um gol similar na Ilha do Retiro.

Na época da Copa do Mundo, o tento do volante acabou sendo lembrado por vários torcedores do Sport. – A gente estava perdendo por 1 a 0 e a torcida já vinha me cobrando para fazer um gol.

Consegui fazer e ainda dei um passe de letra para Gilberto fazer o gol da virada. Dizem que parece com o gol do Van Persie, mas o dele foi mais bonito.

05Santos 2 x 2 sport – desarme e assistênciaDos cinco jogos citados por Rithely, o único que não tem um gol marcado é o último. No ano passado, na partida contra o Santos, ele apareceu em campo de outra forma.

Depois de uma bela roubada de bola no meio de campo, avançou até a entrada da área e achou o atacante Joelinton livre para marcar para o Leão. – Quando estava 1 a 0 para eles, eu consegui fazer uma roubada de bola no meio de campo e carreguei ela para dar um bom passe para Joelinton fazer o gol de empate.

.

Fonte: Globo Esporte