Um grupo de 50 torcedores da Ponte Preta causou uma intensa confusão na manhã deste sábado, em Campinas. Insatisfeita com a campanha da Macaca no Paulistão, que convive com a ameaça de rebaixamento, a torcida invadiu o treino da equipe no Moisés Lucarelli para protestar, com gritos de ordem, mas também tentou agredir o elenco com pedaços de paus. Os atletas que estavam no campo tiveram que correr para buscar proteção, enquanto a segurança do clube solicitou o reforço da Polícia Militar para controlar toda a situação.

Antes, porém, vidros do estádio foram quebrados pelos torcedores, que após deixarem o local ainda seguiram em frente ao Majestoso protestando, cobrando melhores resultados e mais empenho do elenco.Um torcedor disse ter sido atingido por um rojão disparado por um segurança do clube, mas o departamento de comunicação da Ponte garantiu que os responsáveis pela proteção do estádio e também dos atletas não utiliza esse tipo de material.

Informações também davam conta que alguns jogadores pediram para não atuar no fim de semana, mas isso não foi confirmado pela assessoria.Sem vencer há duas rodadas, a Ponte está a um ponto da zona de rebaixamento e o episódio ocorre um dia antes do jogo contra o RB Brasil, domingo, às 18h30, no Majestoso, pela 12ª rodada.

Apesar de ser visitante, a Macaca terá a maior parte da torcida no estádio após um acordo entre as duas diretorias. A tendência é que a segurança seja reforçada para evitar mais transtornos.

 
.

Fonte: Globo Esporte