A esperada mudança de rumo do Palmeiras com a saída de
Marcelo Oliveira e a chegada de Cuca ao comando técnico ainda não vingou. Após três jogos sob nova direção, o time alviverde ainda não somou um ponto
sequer. Na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, o Palmeiras perdeu por
2 a 1 para o RB Brasil, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

O comentarista do
SporTV Wagner Vilaron vê a equipe abaixo, inclusive, do que apresentava com o técnico
anterior.- Visivelmente, os jogadores do Palmeiras não têm conseguido
lidar com a pressão.

Normalmente, quando um técnico chega tem aquele momento de
empolgação, o rendimento tende a crescer, mas o Cuca não contou com isso. O Cuca,
ao mesmo tempo em que tem que conhecer seus jogadores, tem que corrigir os
problemas que o Palmeiras vem demonstrando.

Ele não só não consegue corrigir
seus problemas, como o Palmeiras em muitos momentos parece até pior que da
época com o Marcelo Oliveira. No início do segundo tempo, os jogadores do
Palmeiras pareciam ter receio que a bola chegasse – disse Vilaron.

Palmeiras perde para o RB Brasil e time segue sem marcar ponto sob o comando de Cuca (Foto: Agência Estado)O Palmeiras saiu atrás do placar aos 39 minutos do primeiro
tempo, após contra-ataque do RB Brasil que terminou no gol de Thiago Galhardo.
Dois minutos depois, o segundo gol do adversário, dessa vez com Roger,
aproveitando cobrança de escanteio.

Na etapa final, com Alecsandro na vaga de
Jean e Zé Roberto no lugar de Erik, o time alviverde pressionou, mas
apenas diminuiu a desvantagem com gol do centroavante.- Certos problemas não poderiam mais acontecer, e se você
tem problemas eles têm que ser pelo menos diferentes.

Aqueles antigos você tem
que resolver, e o Palmeiras não consegue resolver. É problema de marcação, é
problema de criação, é problema de finalização, ou seja, o cardápio para o Cuca
é completo – avaliou Vilaron.

E se dentro de campo nada parece dar certo, fora dele o
Palmeiras peca também na comunicação. Logo no começo da partida, Dudu caiu no
chão e pediu atendimento médico.

Cuca mandou Allione a campo sem sequer fazer o
aquecimento. Quando Dudu se levantou, já fora do gramado, levou um susto ao ver
o argentino em campo.

O atacante afirmou que não pediu substituição e jogou o
questionamento de sua saída para Cuca, que repassou a responsabilidade para o médico Vinícius
Martins.- (O torcedor) está fazendo o papel dele (de apoiar), mas também faz
pressão.

Houve até uma substituição que não deveria acontecer e acabou sendo precipitada,
segundo o próprio Dudu – concluiu Wagner Vilaron.Mesmo com a derrota, o Palmeiras segue na zona de
classificação – é o segundo colocado do Grupo B com 15 pontos, três a menos do
que o Ituano e dois a mais do que a Ponte Preta.

Já o RB Brasil está bem perto
da classificação no Grupo D: é o segundo colocado (atrás do Corinthians) com 19
pontos, sete a mais do que o Água Santa, terceiro. O próximo jogo do Alviverde é
no domingo, contra o Água Santa, em Presidente Prudente.

No mesmo dia, o RB
Brasil encara a Ponte Preta, em Campinas.
.

Fonte: Globo Esporte