O atacante Walter faz tratamento no departamento médico do Atlético-PR e é dúvida para encarar o Londrina, às 16h (horário de Brasília) de domingo, na Arena da Baixada, pela partida de volta das quartas de final do Campeonato Paranaense. O camisa 18 sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa direita durante o treino de sábado passado e ficou fora do empate por 1 a 1 com o Tubarão, domingo, no Estádio do VGD. Ele será avaliado durante a semana para saber se terá condições de jogo no fim de semana.

Caso Walter seja vetado, André Lima deve ganhar nova chance entre os 11. Titular na partida de ida das quartas, ele parou no goleiro Marcelo Rangel em duas chances claras.

Aos 18 minutos do primeiro tempo, desviou de cabeça após escanteio e viu o camisa 1 salvar E aos 4 do segundo tempo, saiu cara a cara com o goleiro, mas chutou em cima dele. Apesar de ter passado em branco, André Lima é o artilheiro do Furacão na temporada, com quatro gols marcados – dois nos 2 a 0 sobre o Operário-PR no Germano Krüger e outros dois nos 4 a 0 sobre o PSTC na Arena.

O atacante Pablo, que tem jogado centralizado no meio-campo, elogia tanto Walter quanto André Lima e diz que o Atlético-PR está “muito bem servido” no setor ofensivo:Todo mundo sabe da qualidade dele (Walter), é um jogador que não precisa nem comentar, né? É um cara que joga para o time, que joga taticamente, tecnicamente ele é muito bom, fisicamente ele segura todas as bolas. Então, claro que faz falta.

Hoje (domingo) não pôde estar. O André entrou muito bem, jogou muito bem, segurou, brigou, lutou.

É isso, a gente está muito bem servido de atacantes e tenho certeza que, com ele (Walter) ou André jogando, a bola vai entrar porque eles têm muita qualidade – falou Pablo em coletiva após o jogo no interior do estado.Confira tambémConfrontos das quartas de final do Campeonato ParanaenseGoleiro Weverton e meia Vinícius serão julgados na terça-feiraO zagueiro Cleberson também machucou-se durante o treino de sábado.

Segundo o clube, ele teve constatada lesão no zigomático, um osso da face. Ele, que seria reserva, ficou fora do jogo em Londrina e também é dúvida para a partida de volta.

Além disso, o Atlético-PR aguarda a definição sobre o goleiro Weverton e o meia Vinícius, que serão julgados pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) na terça-feira por conta da expulsão diante do Paraná Clube ainda na primeira fase da competição.O grupo voltou aos treinos na manhã desta segunda-feira, no CT do Caju.

Titulares realizaram atividades de movimentação e posse de bola. Reservas e não-relacionados disputaram um coletivo.

O Furacão folga na terça-feira e retoma a preparação na manhã de quarta.Após empate por 1 a 1 com o Londrina na ida, o Furacão precisa vencer para passar de fase.

Novo empate, independentemente do número de gols, leva a decisão para os pênaltis. Quem passar enfrenta Paraná Clube ou Foz do Iguaçu – no jogo de ida, os comandados de Claudinei Oliveira venceram por 3 a 0 fora de casa e encaminharam a classificação para as semifinais.

Confira mais notícias do esporte paranaense no globoesporte.com/parana
.

Fonte: Globo Esporte