Fazer quatro gols na goleada da Ponte Preta por 7 a 2 sobre o Água Santa, na tarde deste sábado, foi especial para Wellington Paulista, mas não foi a primeira vez na carreira do atacante. A atuação de gala pela Macaca o fez repetir o feito de 2008 pelo Botafogo, na vitória por 7 a 0 sobre o Macaé, no Carioca daquele ano. – É a segunda vez que faço quatro gols em um jogo.

A primeira também foi numa vitória de sete, pelo Botafogo. Três gols já fiz algumas vezes, mas quatro é a segunda.

Estou muito feliz. A torcida veio e saiu feliz, vencemos e convencemos.

Agora é trabalhar para conseguir mais ainda. Wellington Paulista também igualou a marca de Washington com a camisa da Ponte.

O “Coração Valente” era, até então, o último jogador a fazer quatro gols em um jogo. Foi no triunfo por 8 a 1 sobre o Castanhal, pela Copa do Brasil de 2001, também no Majestoso.

 Estou muito feliz. A torcida veio e saiu feliz, vencemos e convecemos.

Agora é trabalhar para conseguir mais ainda Em êxtase, o atual camisa 9 da Macaca ainda sonha com a artilharia. Com sete, está a três de Roger, do RB Brasil, goleador máximo do Paulistão até aqui.

Para ter alguma chance, a classificação para as quartas de final seria essencial, uma vez que o Toro Loko já está com a vaga garantida. A Ponte dorme na liderança do Grupo B, com 19 pontos, mas a disputa com Ituano (19), Palmeiras (18), Novorizontino (18) e São Bernardo (17) ainda está aberta.

 – Ontem mesmo, na concentração, pensei comigo: preciso fazer logo três gols em um jogo para subir na artilharia e começar a buscar o pessoal, pois quero brigar pela artilharia. Mas foram quatro de uma vez.

Melhor ainda – disse. Wellington Paulista também aproveitou para fazer um lobby com Tadeu Schmidt, apresentador do Fantástico.

Mesmo ciente que somente quem faz três gols no domingo pode pedir música no programa, ele reivindicou uma exceção. Se tiver a solicitação atendida, gostaria de ouvir o rap “Oitavo Anjo”, de Dexter.

 – Sei que os gols saíram no sábado, mas vamos ver se o Tadeu dá uma moral e toca um rap aí para a galera – pediu o matador alvinegro. 
.

Fonte: Globo Esporte