A sexta-feira foi diferente em São Januário. Com o a manifestação dos
taxistas no Rio de Janeiro, alguns jogadores se atrasaram para o
treinamento por causa do trânsito intenso na cidade. Depois disso, na
sala de imprensa, não foi nenhum atleta que sentou na cadeira frente aos
jornalistas.

Foi o auxiliar técnico Zinho. O assunto abordado logo de cara
foi a comemoração efusiva do ex-jogador e diretor rubro-negro
no gol de empate do Vasco contra o Flamengo.

 Zinho
comentou o fato de alguns torcedores do Flamengo se mostrarem chateados
nas redes sociais por causa da comemoração no gol de Riascos – que
marcou três minutos após o rival. O auxiliar, criado na base do
Rubro-Negro e diretor de futebol em 2012, frisou não ter nenhuma mágoa
com seu ex-clube, e que sua reação no Mané Garrincha é por realmente
estar vestindo a camisa do Vasco.

 – Nenhuma
mágoa. Eu cheguei no Flamengo com 11 anos de idade.

Só tenho
agradecimento, gratidão ao Flamengo. Não tem mágoa nenhuma.

Isso
totalmente fora de cogitação. Nós estamos brigando por conquista de
título, por invencibilidade.

Estou muito feliz aqui no Vasco, todos os
dias. O Vasco me recebeu de braços abertos.

Por toda essa rivalidade que
tem, por toda essa história minha, eu sou um privilegiado. Todo dia eu
tenho que comemorar.

Não é fácil para um profissional trabalhar em duas
equipes com tanta paixão e ser bem aceito. Acho que o torcedor do
Flamengo que ficou chateado tem que ver que sou um profissional, amo a
minha profissão, amo fazer o que eu faço e sou muito grato pelo Vasco
por ter aberto as portas pra mim.

E estou vestindo a camisa do Vasco da
Gama realmente. Todo lugar que eu passei, eu me doei 100% – disse
Zinho.

  O auxiliar pareceu empolgado ao lembrar de sua reação em campo. Ele disse que até guardou o vídeo da comemoração em casa.

 –
No gol do empate, eu comemorei muito. Estamos invictos, conseguimos
manter essa invencibilidade.

Eu nem vi quem me agarrou. Depois que eu vi
que foi o Jorginho.

E foi uma comemoração linda. Eu até guardei.

Pra
falar a verdade? Eu guardei lá em casa. Valeu muito para mim – finalizou
o auxiliar.

 O próximo compromisso do
Vasco é domingo, contra o Volta Redonda, em São Januário. A partida é
válida pela quinta rodada da Taça Guanabara e será realizada às 16h (de
Brasília).

O Cruz-Maltino é líder do grupo, com 10 pontos, e está
invicto na competição.
.

Fonte: Globo Esporte