A interminável discussão sobre o melhor jogador do mundo em atividade ganha ainda mais força em dias próximos ao clássico que envolve dois dos maiores personagens do futebol atual. Neste sábado, às 15h30 (de Brasília), Barcelona e Real Madrid se enfrentam no Camp Nou – o GloboEsporte.com acompanha a partida em Tempo Real -, pela 31ª rodada do Campeonato Espanhol, colocando frente a frente Messi e Cristiano Ronaldo pela 26ª vez na história do duelo.

No embate particular, o argentino saiu de campo com mais vitórias, mas CR7 tem melhor média de gols. Criado nas categorias de base do Barça, Lionel Messi “conheceu” o rival no Real Madrid em 2009, quando Cristiano deixou o Manchester United para virar estrela principal do elenco merengue.

No dia 29 de novembro, o primeiro clássico e a primeira vitória do argentino contra o português: 1 a 0, no Camp Nou, com Zlatan Ibrahimovic completando assistência de Daniel Alves para decidir o jogo. Desde então, partida após partida, temporada a temporada, Messi e Cristiano Ronaldo estiveram em campo praticamente em todas as oportunidades que tiveram de se enfrentar.

O português, substituído aos 21 minutos do segundo tempo na estreia em clássicos, só perdeu um dos 25 jogos seguintes. O camisa 10 catalão marcou presença em todos os confrontos e só não foi titular na goleada de 4 a 0 do Barcelona nesta temporada, dia 21 de novembro, pelo Espanhol, quando entrou aos 11 minutos da etapa complementar, voltando de lesão.

Para quem gosta de números, Messi leva a melhor no número de vitórias (13 contra 6), mas Cristiano Ronaldo marcou o mesmo número de vezes do argentino (15) com menos tempo em campo (confira o infográfico ao lado). O que realmente espanta é a diferença de assistências entre os dois jogadores.

Enquanto Messi distribuiu nove passes para gol, CR7 serviu os companheiros apenas uma vez – Jesé Rodríguez, na derrota por 2 a 1, na temporada 2013/14. Dentre jogos históricos, polêmicas, viradas e goleadas, apenas um valeu título.

Cristiano Ronaldo riu por último e com motivo dobrado. No dia 20 de abril de 2011, após 0 a 0 no tempo normal, o camisa 7 decidiu no fim do primeiro tempo da prorrogação e garantiu a taça da Copa do Rei da Espanha (veja o gol no vídeo abaixo).

  Com gols dos mais variados tipos na carreira, Messi marcou em todas as temporadas contra o Real Madrid desde que Cristiano chegou, exceto na atual, motivação a mais para o argentino neste sábado. Porém, só ele conseguiu um hat-trick e apenas uma vez.

Na temporada 2013/14, pelo Campeonato Espanhol, o camisa 10 aproveitou assistência de Neymar para fazer o primeiro e fez mais dois em penalidades, se tornando o maior artilheiro da história do clássico – argentino ainda deu passe para Iniesta abrir o marcador na vitória por 4 a 3, no Santiago Bernabéu (confira o hat-trick no vídeo abaixo).  
.

Fonte: Globo Esporte