Você já passou dos 25 anos? Então, certamente, você já não vê sua mãe como um ser de outro planeta que nunca vai entender você. Agora, mais madura e experiente, quem passa a entendê-la melhor é você, que também percebe que ela tinha razão muitas vezes. Acontece com todas as filhas, é inevitável. Tão previsível que a revista norte-americana Cosmopolitan fez a lista com quase uma dúzia de situações em que vai concordar com sua mãe.

1. Agora você tem que pagar o aluguel e as contas

É quando você percebe o quanto custou caro. Sim, seus gastos com internet e celular aumentam todo mês e o aluguel está te matando lentamente.

2. É mais forte e mais generosa do que imaginava

Só agora você percebe o quão admirável foi o que ela fez: criou uma pessoa (você) independentemente se você quisesse ou gostasse de comer sua comida, reclamasse de usar as mesmas roupas sempre lavadas e mesmo sem falar com ninguém.

3. Igual a você, ela tem seus momentos de “o que é a vida”?

Pegue todo o seu estresse (por conta de dinheiro, amigos, ou dúvida se você não está vivendo o melhor de sua vida todos os dias) e multiplique por dois. Ainda que, a esse nível de tensão, sua mãe certamente se sente muito segura de quem é. Porém, mesmo as mulheres mais fortes podem se perguntar alguma vez se estão fazendo todo o possível para serem feliz na vida.

4. Ela passou por um monte de coisas que você desconhece

Ela foi solteira, casada, desempregada e até mesmo machucada em algum momento ou outro da sua vida e você nunca soube porque ainda nem existia, ou ela nunca se queixou enquanto você estava envolvida com sua crise existencial.

5. Seus conselhos, que tanto lhe aborreciam, agora são importantes

Por exemplo: “as coisas boas acontecem para aqueles que esperam”, ou ”coisas ruins também acontecem para pessoas boas” e “isso também pode acontecer com você”… Em cada expressão cliché dela, que você tanto odiava em seus anos de adolescência, ela sempre esteve certa e você deveria tê-la escutado.

6. Ter menos amigos (e incríveis) é muito melhor do que ter um monte de razoáveis

Ela sabia bem antes de que, no campo das amizades, qualidade deve prevalecer sobre quantidade. Se você ainda não percebeu, observe a sua mãe. Será que ela tem 13 melhores amigas? Não. Ela tem três pessoas que ama e sai para beber uns drinques uma vez por mês. É melhor assim, você vai ver.

7. Ela tem uma vida independente de você!

E isso inclui suas amigas para uns bons drinques (acima), sua conta no Facebook, seus livros, revistas, aula de Pilates, suas plantas. Você é genial, mas ela também tem seu mundo.

8. Ela é capaz de ser boa ainda que algo a incomode

Sua mãe foi informada de que coisas como atrasos do ônibus, turbulência e desastres naturais estão além de seu controle. Você também vai aprender um dia a ser capaz de se manter tão calma quanto ela.

9. Todo mundo tem problemas

Agora que você está um pouco mais consciente de como é a vida realmente, você é capaz de ver que a sua mãe também teve seus momentos de impaciência, estresse e desmotivação.

10. Repita: “Eu não sou como a minha mãe”

Claro que você já se pegou fazendo a mesma cara de raiva que faz a sua mãe quando algo dá errado ou usando exatamente mesma expressão que ela usaria em determinada situação, mas, não, você não é como a sua mãe.

11. Melhor amiga ≠ mãe. Mãe ≠ melhor amiga

É ótimo que você possa falar tudo à sua mãe, mas calma, algumas coisas é melhor não compartilhar com ela. É realmente necessário que na manhã após uma noite de festa você lhe conte como foi quente o sexo com seu novo peguete? 

Fonte: Bolsa de Mulher