São diversos os fatores que podem deixar o couro cabeludo obstruído: poluição, resíduos de shampoo, oleosidade, umidade, etc. Por isso, é sempre importante ficar atento, já que caspa e até queda de cabelo podem surgir quando o couro cabeludo não está saudável.

Cuidados com o couro cabeludo

Tomar alguns cuidados, como lavar o cabelo com frequência e não deixar o couro cabeludo úmido, ajuda a evitar o problema. Por isso, uma dica é ficar atento a hábitos que você nem imagina, mas estão detonando a saúde do seu couro cabeludo.

Para evitar este problema, a tricologista Cris Dios orienta fazer um detox caseiro no couro cabeludo pelo menos uma vez por mês ou caso você desconfie que tem algo de errado com o seu cabelo.

Couro cabeludo: sinais de alerta

Cabelo com aspecto de sujo

Se você lava o cabelo e pouco tempo depois ele já parece que está sujo, com aspecto oleoso, isso é sinal de excesso de oleosidade no couro cabeludo. A oleosidade em excesso é um dos fatores mais comuns de obstrução e precisa ser neutralizada para o crescimento saudável dos fios.

Descamação do couro cabeludo

A descamação, semelhante à caspa, também é indicativo de alerta. Se você perceber que estão saindo casquinhas do seu couro cabeludo, é momento de começar a trata-lo.

Crescimento do cabelo

Um terceiro indicativo de problema é a demora no crescimento do cabelo. Preste atenção se os fios estão demorando mais para crescer do que de costume. Se sim, isso pode ser indicativo de algum problema também.

De acordo com a tricologista, os cabelos crescem, em média, um centímetro por mês.

Fonte: Bolsa de Mulher