megaflopp/Shutterstock

Uma boa relação sexual plena ao lado da pessoa amada exige não somente atração e química, como também confiança e entrega. No entanto, para muitas mulheres, relaxar, se deixar levar pelo momento e até mesmo atingir o orgasmo pode ser um problema por uma simples questão de insegurança. Confira as 4 coisas que mais deixam as mulheres aflitas durante o sexo e como contornar a situação:

Problema: insegurança com corpo
Gordurinhas extras, celulite e seios grandes que balançam durante o sexo podem deixar muitas mulheres constrangidas e inibidas para se entregarem ao parceiro de corpo e alma.

Solução: foco no prazer
Tente ignorar supostos padrões de beleza e pare de acreditar que homens gostam apenas de um determinado tipo de corpo. Se seu parceiro escolheu está com você e, ainda, se excita com seus toques e movimentos, saiba que ele não está preocupado com “defeitinhos” e aceita como você é. Relaxe e, assim, certamente terá prazer garantido entre quatro paredes.

OLJ Studio/Shutterstock

Problema: medo de não agradar
Não saber exatamente como o parceiro gosta de receber sexo oral, como prefere ser tocado e posições de preferência são fatores que podem intimidar muitas mulheres.

Solução: comunicação na cama
Antes de mais nada, não pense que você precisa ser uma expert e fazer tudo do jeito que ele gosta. Depois, entenda que ele também tem essas mesmas dúvidas em relação ao seu prazer. Conversar abertamente sobre as preferências pode ser a solução mais rápida, mas se o diálogo te deixa envergonhada, procure perceber através das reações dele, a maneira como ele mais sente prazer nos momentos íntimos, prestando atenção a gemidos e sussurros.

Thinkstock

Problema: vergonha da própria vagina
Muitas mulheres ainda sentem vergonha da aparência da própria região íntima e de possíveis odores na vagina, evitando até que o parceiro se aproxime para o sexo oral.

Solução: cheiros são saudáveis e naturais
É preciso entender que sua vagina, assim como o pênis dele, tem cheiro e ponto final. Isso é humano, natural e completamente saudável. Para alguns homens, inclusive, o odor do corpo é afrodisíaco e excitante. Lave a região apenas com água e sabão, sem exageros ou duchas íntimas e evite perfumes ou cremes que podem provocar problemas de saúde. Você deve apenas se preocupar e buscar um médico que o cheiro for anormal, pois pode indicar alguns tipo de doença.

altafulla/Shutterstock

Problema: medo de não atingir o orgasmo
Dificuldade de ter prazer e cobrança excessiva podem atrapalhar não somente uma transa, mas como todo um relacionamento.

Solução: relaxamento e diálogo
Em grande parte dos casos, o orgasmo não é atingido justamente pela preocupação excessiva sobre o “grande final”. Ficar encanada só atrapalha o relaxamento e o aproveitamento do momento íntimo. Além de buscar conhecer o próprio corpo, se masturbando e se olhando no espelho, procure sempre se focar nas sensações e se entregar. Converse com seu parceiro como gosta de ser tocada e sobre a importância das preliminares, normalmente fundamentais para o prazer de qualquer mulher.

Masturbação, nudez e sexo: 

Fonte: Bolsa de Mulher