As flexões de braço são consideradas um dos exercícios físicos mais populares do mundo, e ideais para o desenvolvimento dos músculos do peito, ombros e braços. Seu sucesso se deve à versatilidade de poder ser praticada em qualquer lugar, sem a necessidade de aparelhos específicos, equipamentos caros ou muita técnica.

Quais os benefícios?

Por sua importância no desenvolvimento da força e amplitude do movimento, em quase todos os esportes – ginástica, futebol, vôlei e natação – esse exercício é usado em alguma fase do treinamento. Por isso, a educadora física e professora Juliana Mouffron Bittencurt, lista quatro tipos de flexões que podem ser realizadas em qualquer lugar.

Segundo a professora, esse tipo de atividade pode ser adequada para praticantes com diferentes níveis de condicionamento físico, desde iniciantes até os mais avançados. “Uma dica importante é sempre manter o abdômen contraído para evitar lesões na lombar”, explica.

Além disso, é importante que o movimento de descida seja feito em ritmo lento, pois o aquecimento dos ombros é fundamental para ativar toda a musculatura envolvida. Para experimentar a prática, conheça quatro dicas de flexão de braço sugeridas pela professora:

1. Flexões de braço com joelhos apoiados

Com as mãos e os joelhos apoiados no chão, faça o movimento de extensão de braços contra o solo, descendo e subindo. Mantenha o abdômen sempre contraído.

2. Flexões de braço com as mãos no step

Apoie as mãos no step e mantenha as pontas dos pés afastadas e apoiadas no chão, faça o movimento de extensão e flexão contra o equipamento.

3. Flexões de braço com pés no step

Com as pontas dos pés apoiadas no step e as palmas das mãos no chão, faça o movimento de extensão e flexão de braços contra o chão.

4. Flexões de braço unilateral

Fique na posição clássica de flexões com os pés mais afastados um do outro e apoie um dos braços por trás das costas, mantendo-o imóvel. Apoiando o peso do corpo no outro braço, realize flexões, subindo e descendo. Em seguida, faça o mesmo com o braço oposto.

Fonte: Bolsa de Mulher