Sorrir, chorar, sentir o corpo inteiro tremer e até sair correndo para fazer xixi. Durante o orgasmo feminino, o auge da excitação sexual da mulher, todo tipo de reação inusitada pode acontecer.

Além dos gemidos e gritos, comuns em resposta ao estímulo do parceiro, o corpo pode dar estas 4 respostas inusitadas exatamente na hora em que a mulher alcança o nível máximo de prazer.

Consultamos a sexóloga e terapeuta do C-Date Carla Cecarello, que nos explicou a origem de cada uma dessas atitudes, que são mais normais do que a gente pensa.

Reações na hora do orgasmo 

As relações sexuais – principalmente, no momento do orgasmo – são caracterizadas pela entrega total dos parceiros, em um estado de excitação intenso.

É nesta hora que o corpo pode responder de maneira involuntária aos estímulos sexuais, gerando reações tanto biológicas quanto psicológicas. Estes fatores estão relacionados, entre outras coisas, com a forma com que nos relacionamos com nosso corpo, com nossas experiências sexuais e com a cumplicidade entre os parceiros.

Fato é que, quando estamos mais soltas e, ao mesmo tempo concentradas em alcançar o prazer, tanto revelamos aspectos de nossa identidade sexual como vivenciamos a experiência com o corpo “livre” para as sensações.

Reações psicológicas 

“Dar risada é uma das reações comuns ao orgasmo e tem a ver com lembranças que o momento desperta na pessoa”, explica a sexóloga. “Rir pode estar associado à alegria de conseguir chegar ao orgasmo, àquele momento agradável”.

A sexóloga explica que também é comum chorar durante o orgasmo. “Aquele momento traz uma forte emoção, que pode ser tanto positiva quanto negativa”, avalia. “Neste caso, depende da vivência da mulher, que pode ter tido um orgasmo com um homem, mas se sentir apaixonada por outro”.

Reações fisiológicas 

Há mulheres (e homens) que sentem o corpo tremer, como se estivesse com frio, no orgasmo. Carla comenta que esta é uma resposta incontrolável do corpo ao período de contração e relaxamento a que foi submetido durante o sexo.

“Todo nosso corpo se contrai fortemente para obtermos o orgasmo. Depois que o alcançamos, há um forte relaxamento, seguido de uma nova contração, que faz o corpo tremer”.

Ficar com vontade de fazer xixi depois do orgasmo é outra resposta comum do organismo, segundo a sexóloga. “A mesma musculatura que é exercitada durante o orgasmo é a que usamos para fazer xixi. Então, se a mulher está com a bexiga um pouco cheia, sentirá mais vontade de fazer xixi também”.

Como é um orgasmo? 

O orgasmo feminino é a vivência de uma incrível sensação de felicidade e satisfação seguida de relaxamento.

No exato momento do ápice do prazer, de maneira geral, grande quantidade de nervos e tensão muscular se acumula nos órgãos genitais, pélvis, nádegas e coxas, até que seu corpo involuntariamente libere tudo numa série de ondas de intensidade de prazer.

Vale lembrar que há mulheres que sentem diferentes tipos de orgasmo – clitoriano, vaginal e a combinações dos dois – e outras que nunca tiveram um orgasmo em toda sua vida sexual.

Fonte: Bolsa de Mulher