stockphoto mania/Shutterstock

Choro, lágrimas e uma mistura de tristeza e ansiedade tanto das crianças quanto dos pais são comuns em portas de escolinhas no início do ano letivo. O momento importante para a vida requer preparações e cuidados para que o primeiro dia de aula seja tranquilo para ambos. Confira algumas dicas simples de adaptação para os pequenos e para as mamães e papais:

1. Faça seu filho se sentir familiarizado com o processo para que ele se sinta o mais seguro possível com a mudança. Deixe que ele escolha a mochila, ajude na arrumação dos materiais escolares e transforme a preparação em algo lúdico e natural.

2. Você pode se sentir um tanto ansiosa e insegura quanto ao primeiro dia de aula do filho e isso é natural. Mas tente não passar o nervosismo para a criança e procure fazer com que ela entenda que a escola será um ambiente novo para conhecer amigos e aprender coisas diferentes e que você estará à espera quando acabar a aula.

3. Manter uma rotina é essencial para o bom desenvolvimento da criança e a escola vai exigir ainda mais disciplina. Dormir no horário certo, ter hora para comer e tomar banho, por exemplo, ajudam a se programar e evitar o sentimento de mudanças drásticas.

4. O longo período longe dos filhos pode causar impacto na vida das mães, que podem se sentir tristes e com tempo de sobra. Aproveite para se distrair, sair de casa, praticar exercícios e realizar tarefas que não conseguia quando precisava permanecer o tempo todo ao lado da criança.

Thinkstock

5. Especialistas indicam que levar a criança caminhando até a porta da escola, e não no colo, pode ser uma boa maneira de evitar choro e estranhamento. Isso porque deixar o colo de alguém familiar para as mãos da professora pode ser mais dolorido para o pequeno.

6. Se a criança chorar e apresentar resistência para entrar na escola, evite dar broncas ou parecer nervosa. Converse com seu filho, explicando que o ambiente é seguro, divertido e que em breve vocês estarão juntos novamente. Nunca ofereça recompensas ou faça promessas que não irá cumprir, hábitos que acabam com a sensação de naturalidade desta fase.

Educação infantil: 

Fonte: Bolsa de Mulher