Thinkstock

Ser titia é quase tão bom quanto ser mãe, e há sua parcela de responsabilidade

Ser tia de um bebê é quase tão mágico quanto ser mãe. Você ainda tem o bônus da folga nas horas mais difíceis: da cólica, do choro, do sono, da birra. Aproveite seu sobrinho ou sobrinha para treinar a maternidade, curtindo todos os melhores momentos da vida de um bebê. Uma criança é motivo de alegria, amor e muito orgulho para qualquer família.

1. A escolha do nome
Você até vai poder dar seus palpites, mas apenas como sugestões para a escolha, principalmente, se for irmã da mãe do bebê. Mas seja qual for o nome escolhido, vai correndo espalhar para todo mundo de quem é titia.

2. As ultrassonografias
Principalmente aquelas computadorizadas, em 3D, e que revelam o rostinho o bebê. Mas o ultrassom mais bombástico e cheio de orgulho para uma futura titia é aquele que vai revelar se terá um sobrinho ou sobrinha.

3. O momento do nascimento
Depois da expectativa dos pais e avós, não tem pessoa mais ansiosa para conhecer este bebê que a tia! E ela, além de estar presente na hora do parto, pode se emocionar muito na hora do nascimento, claro.

4. As primeiras palavras
Quando o bebê balbucia as primeiras palavras, é motivo de orgulho para toda família. É dada largada para o início da fase de maior interação com a criança, que passa a entendê-la e querer ser entendida. Você vai se esforçar muito para que ela fale ‘tia’ antes de ‘mamã’ ou ‘papá’

5. E quando realmente chamar?
Tudo bem, o bebê pode começar pelo seu nome, se for mais fácil. E certamente, já estará chamando pela mãe, ou pai, mesmo que do seu próprio jeito. Mas quando seu sobrinho lhe chamar de tia, você o fará repetir até cansar.

6. Os primeiros passinhos
É o ápice da corujice por uma criança que se vê nascer, crescer e se desenvolver a ponto de escolher para que lado quer ir sozinha. É só o começo de uma longa história de desenvolvimento, mas parece um grande passo rumo a uma infância de descobertas e brincadeiras.

7. O primeiro aniversário
E todos os outros que virão, mas a primeira celebração de vida é como o fim do ciclo de bebê e de uma etapa que teve seu início lá na preparação para a gravidez, quando você recebeu a notícia. A partir de agora, prepare-se pra ser titia de uma pequena e serelepe criança!

Surpresa:

Fonte: Bolsa de Mulher