Chiociolla/Shutterstock

Se para você a academia, além de um ambiente para manter a saúde e o corpo em dia, ainda é lugar para socializar e até mesmo paquerar, certamente se preocupa com o visual antes de sair de casa. Não há nada de mal em se produzir, mas evitar exageros e colocar a segurança e o conforto em primeiro lugar é essencial para não atrapalhar o treino. Confira cuidados que você deve ter com a roupa da academia para não passar perrengue:

1. Aposente o top velho que não garante mais uma boa sustentação. Quando você for correr ou pular, vai se sentir desconfortável e até mesmo sentir dores nos seios.

2. O mesmo vale para uma calça antiga, com elástico frouxo na cintura. Ela pode ficar caindo durante as atividades, atrapalhando sua concentração e os movimentos.

3. Meia soquete muito pequena também pode atrapalhar muito o treino. A peça pode ficar escorregando, deixar o calcanhar exposto causando incômodo e machucados nos pés.

4. Cada atividade física exige um tipo específico de calçado. Portanto, capriche em um tênis com amortecedor se você realiza caminhas e corridas na esteira. Além de conforto, ele ainda evita lesões musculares e ósseas.

5. Até mesmo sua roupa íntima deve ser escolhida com atenção. Uma calcinha muito larguinha pode entrar no bumbum e causar incômodo e desconcentração. Sutiãs com elásticos frouxos também comprometem uma boa movimentação.

Aplicativo que paga para você não faltar na academia: veja como funciona

Thinkstock

6. Se você tem vergonha de exibir a barriguinha, evite as blusas curtas demais. Elas podem subir nos exercícios de musculação e fazer com que você treine com menor intensidade.

7. Se calças largas demais na cintura compromete os movimentos, a peça muito larga também pode ser um problema quando aperta e provoca desconforto.

8. Short de lycra ou short saia podem parecer práticos e ideais para atividades físicas, mas muitas vezes podem atrapalhar quando ficam subindo em aulas de dança, jump e corrida.

Além de perder peso: 

Fonte: Bolsa de Mulher