Luca Teuchmann/Getty Images

A cantora Adele ficou indignada com os comentários do chef de cozinha e apresentador Jamie Oliver sobre a amamentação e fez um desabafo durante um show, falando sobre o tema. O vídeo postado por um fã viralizou e foi compartilhado rapidamente na internet, pois muitas mulheres se identificaram.

Entenda o caso

Em um programa na rádio LBC, da Inglaterra, Oliver causou polêmica ao falar sobre o aleitamento de forma romantizada, afirmando ser algo fácil, natural, conveniente e gratuito, o que fez com que fosse alvo de críticas de mulheres que já sofrem com a pressão para amamentarem seus filhos ou que, por algum motivo, não conseguem.

Muitas questionaram se ele teria consciência do quanto a cobrança em relação à amamentação é pesada e afirmaram que a fala dele poderia aumentar ainda mais esse peso sobre as mães.

Desabafo de Adele

Abordada por um fã durante um show em Londres, Adele respondeu o que achou das afirmações de Oliver e deixou uma mensagem sobre as dificuldades da amamentação. Mãe de um menino de três anos, Angelo, ela teve que parar de amamentá-lo porque seu leite secou.

No desabafo, ela disse que muitas mulheres se sentem constrangidas por não conseguirem amamentar, mas que isso não deveria acontecer, pois elas têm o direito de alimentar seus bebês da forma como for melhor. Assista ao vídeo com áudio original em inglês e leia o que ela falou.

“A pressão em cima de nós é absolutamente ridícula. E aquelas pessoas que reforçam essa pressão podem se f****, ok? Porque é difícil. Algumas de nós não conseguem amamentar. Eu lutei com meus seios por cerca de nove semanas, mas eles não aguentaram mais. Tudo o que eu queria era amamentar e, quando não consegui, me senti como se estivesse vivendo no meio da selva, como se meu filho fosse morrer porque meu leite secou.”

Resposta de Jamie Oliver 

Depois de toda a repercussão, o apresentador fez uma publicação em seu Twitter para tentar esclarecer o que foi dito. Leia:

“Não estou pensando em começar uma campanha sobre amamentação. É simplesmente uma área na qual tenho interesse e sigo estudando ao longo dos dois últimos anos. Entendo que a amamentação muitas vezes não é fácil e, em alguns casos, nem mesmo possível. Mas só queria apoiar as mulheres que querem amamentar e tornar isso mais fácil para elas. A nutrição infantil começa com o apoio às mulheres grávidas e espero que o Sr. Cameron [David Cameron, primeiro-ministro britânico] também inclua isso na estratégia contra a obesidade infantil em breve. Como pai, nunca iria querer ofender mulheres ou mães, pois sei o quão incríveis elas são. Gostaria de levar um chute quando chegar em casa.”

Fonte: Bolsa de Mulher