Embora sejam comprovadamente seguros, muitas pessoas ainda têm dúvida em relação à eficácia dos remédios genéricos. Com os anticoncepcionais não é diferente. Enquanto uma pílula considerada “de marca” pode custar até R$ 60,00, a versão genérica, feita com os mesmos princípios ativos, custa R$ 20,00 – três vezes mais barata. Mas, será que a economia vale a pena? Eles são seguros de verdade?

Como é um medicamento genérico?

Para compreender como são as medicações genéricas, é preciso entender como surge um remédio. Depois de pesquisas, uma farmacêutica cria uma fórmula capaz de tratar determinada doença e a ela dá um nome. Esse é o conhecido “remédio de marca”.

Para evitar que a empresa coloque o preço que quiser na medicação, tornando-o inacessível para muitos, o Ministério da Saúde impede a patente das fórmulas. Então, outros laboratórios, com menor custo, produzem outro remédio feito com os mesmos princípios ativos.

O que torna, então, um medicamente genérico são os testes de bioequivalência feitos pelas entidades reguladoras de saúde. Neles, elas analisam as características da fórmula, a absorção e os efeitos da substância e, então, autorizam a comercialização com o selinho amarelo.

Medicamento similar

É importante, no entanto, não fazer confusão com o remédio similar que, embora seja composto pelo mesmo princípio ativo, não passou pelo processo de análise de bioequivalência para constatar se eles agem da mesma forma ou não.

Anticoncepcional genérico

Com os anticoncepcionais não é diferente. De acordo com Daniel Freire, assessor médico da farmacêutica Sandoz e endocrinologista, especialista que cuida do metabolismo e da produção hormonal, os anticoncepcionais genéricos são considerados bioequivalentes ao produto referência. “Isto é, as concentrações atingidas no sangue após a ingestão dos dois produtos são semelhantes”, explica.

Por isso, o especialista garante que a escolha por um ou outro não aumenta ou tampouco reduz o efeito da pílula e os efeitos colaterais oriundos do seu uso.

Fonte: Bolsa de Mulher