Pelo receio de optar por técnicas definitivas, as tinturas temporárias vem ganhando força entre os pedidos

Na busca por sobrancelhas fartas de pelos e com muito volume, muitas mulheres procuram procedimentos estéticos para solucionar a falta deles. Pelo receio de optar por técnicas definitivas, as que prometem resultados temporários vem ganhando força. É o caso das tinturas para sobrancelhas, que entregam (quando bem feitas) o que muitas procuram, a naturalidade.

Segundo a maquiadora Márcia Val, a procura pelo procedimento tem crescido nos salões, principalmente pelas mulheres mais maduras, que acabam sofrendo com a falta dos pelos ou por anos de péssimos relacionamentos com a pinça. A profissional tira as dúvidas sobre a técnica:

O que é?

“Diferente das tintas de cabelo, o produto tem uma formulação específica, criada especialmente para a região. Sua textura, muitas vezes, é em gel, para que não escorra e não caia nos olhos. Apesar de ser hipoalergênica, precisa de mais tempo para retoque, a tinta não estimula o crescimento dos pelos, como faz a hena”.

Como funcionam?

“Essas tintas específicas duram mais nos fios, pois se trata de um local muito exposto, onde são aplicados muitos outros produtos cosméticos, como cremes e maquiagens. Porém, todo esse procedimento deve ser feito por um profissional experiente no assunto, já que aplicação também envolve o design. A técnica deve ser realizada de 30 em 30 dias e não possui contraindicação, já que é bem raro acontecer a irritação da pele”.

Para quem é indicada?

“A tintura dá mais volume aos pelos, então, é uma ótima alternativa, não só para quem tem sobrancelhas ralas, mas também para mulheres que já estão com os pelos grisalhos. “Vale também para as loiras e ruivas que possuem os pelos muito claros e ficam com uma aparência apagada. O efeito é surpreendente. A tinta colore naturalmente sem marcar. Outra forma de uso do produto é nos cílios, para dar mais cor a esses pelos, que perdem o volume e pigmentação natural com o passar dos anos”.

Qual a diferença da hena?

“O grande diferencial é o acabamento. A hena dá aquele tom avermelhado, deixando a cor bem forte nas primeiras semanas, mas bem longe da naturalidade que a tintura própria para a sobrancelha pode dar”.

Por que optar por essa técnica?

“É a única no mercado que dá o resultado mais natural possível, com um tempo considerável para retoques. Não deixa uma cor forte e você sai do salão pronta para qualquer evento, sem aquela impressão de sobrancelha marcada, tornando-se até um teste drive para a micro pigmentação”.