Pouco mais de um mês após deixar o “Big Brother Brasil 16”, da Globo, a youtuber Maria Claudia deu início a um projeto que queria colocar em prática desde antes do reality show. O projeto fitness intitulado “Cacau sem chocolate” vem sendo seguido à risca por ela, que está em busca de uma vida mais saudável ao lado do namorado, o também ex-BBB Matheus Lisboa.

Projeto fitness

O objetivo da famosa com o projeto é perder de 10 a 15 kg apenas com uma alimentação balanceada e exercícios físicos, mas ela reforça que não faz por estética.

Haters nas redes sociais

A visibilidade que o “BBB 16” proporciona garantiu muitos fãs a Cacau, mas também trouxeram muitos haters que a criticam nas redes sociais.

“Surgem pessoas que gostam da gente e manifestam esse carinho, que são os fãs e admiradores do nosso trabalho e, por outro lado, também surgem os haters que simplesmente desgostam a troco de nada, e manifestam esse ódio gratuito em forma de comentários maldosos e preconceituosos nas redes sociais”, desabafa.

Gordofobia

Outro problema que Cacau tem que enfrentar é a gordofobia das pessoas. A vice-campeã do “BBB 16” conta que é muito julgada por pessoas que não a conhecem de verdade e que ainda assim desejam o seu mal.

“Os comentários mais comuns é que sou feia, por que sou gorda, que minhas fotos têm Photoshop, que o meu namorado está comigo por interesse, enfim, comentários que mostram automaticamente quão fúteis e vazias são essas pessoas  que se escondem atrás de um perfil”, comenta.

Lidar com comentários maldosos e preconceituosos não é fácil, afeta a autoestima e pode até desencadear uma depressão, mas não é o caso da jovem, que aprendeu a se amar do jeito que é. Cacau diz ignorar as ofensas que recebe ou então as usa como incentivo para o seu projeto.

“Não guardo comigo, pois não costumo dar atenção e nem somar coisas ruins na minha vida. E existe muito, mas muito mais gente que gosta de mim e merece minha atenção. Incentivo os meus fãs a rebaterem com amor ao invés de gerarem e prolongarem uma discussão”, conta sobre forma como prefere lidar com isso.

Gordofobia: o que é?

De acordo com a ativista Cida Neves, do projeto focado na aceitação e positividade corporal Ouse ser você, gordofobia acontece sempre que as pessoas olham um gordo e acham que ele é preguiçoso, desajeitado, sujo, oleoso, burro, que não tem agilidade, que come demais, que não tem controle e nem força de vontade, carente, um cidadão sub-humano e digno de pena e de caridade ou de desprezo.

Bullying na adolescência

Vítima de gordofobia, esta não é a primeira vez que tem que lidar com preconceito. Na adolescência, Cacau sofreu com o bullying, revela que isso a afetou um pouco, mas que nunca chegou a ser uma pessoa depressiva.

“Eu tentava ser a engraçada da turma pra disfarçar. Hoje não me afeta, sou mais eu, sou linda como sou, vê se vou ligar pra opinião dos outros… quero mais é ser feliz”, comemora sobre a forma como lida bem com os preconceitos.

Além disso, após emagrecer dois quilos em duas semanas, a famosa diz que já consegue perceber como cuidar da saúde e, consequentemente, ter uma melhor qualidade de vida trás bem-estar e felicidade.

Fonte: Bolsa de Mulher