O preservativo masculino é uma das formas mais baratas e eficazes de evitar Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e gestações indesejadas. Apesar disso, muitas pessoas, principalmente jovens, estão deixando de usá-lo. Para tentar reverter esse processo, pesquisadores norte-americanos perguntaram a mulheres jovens o motivo do abandono à camisinha. Veja a seguir o que elas disseram e se as justificativas fazem sentido ou não.

Os pesquisadores entrevistaram 25 mulheres com idade entre 18 e 25 anos sobre assuntos como relações sexuais, uso de métodos contraceptivos e DSTs. De todas as participantes, apenas duas disseram que usar camisinha é importante para elas.

Segundo o estudo publicado no periódico científico Journal of Sex Research, os principais motivos que fizeram as mulheres desistirem do preservativo foram:

Anticoncepcionais hormonais são mais eficazes 

As chances de ficar grávida usando diferentes tipos de métodos contraceptivos são muito variáveis, mas quando falamos da camisinha e da pílula anticoncepcional, as taxas são de, respectivamente, 15% e 8%. Esses valores são relacionados aos casos em que o método é usado do jeito típico, ou seja, como a maioria das pessoas usa e não do jeito perfeito. Portanto, nenhum deles é infalível e a diferença entre eles não é tão grande assim.

Além disso, é importantíssimo lembrar que a pílula não protege de DSTs, ao contrário da camisinha, que é capaz de evitar doenças graves como a Aids e a sífilis.

Camisinha é desconfortável 

Se o sexo com camisinha para você é difícil, existem algumas saídas. A primeira e mais óbvia é investir em um lubrificante à base de água, que facilita o deslize adequado durante a penetração. Também existem preservativos mais finos e que promovem uma maior sensibilidade da vagina. Que tal experimentar essas opções antes de desistir de vez?

Camisinha causa infecção e irritação 

O preservativo não causa infecções, ao contrário, ele as previne. O que pode estar acontecendo é que o atrito durante o sexo machuca a vagina, gerando dor, ardor durante a micção e desconforto no sexo. Mas a causa desse problema provavelmente está mais relacionada à lubrificação insuficiente do que à camisinha. Invista nas preliminares, capazes de deixar a mulher mais excitada e, portanto, mais lubrificada ou compre um lubrificante à base de água.

Ela só é necessária durante o período fértil 

Nem sempre é possível saber exatamente quando você está em seu período fértil, por isso, a tática de usar camisinha apenas nesses dias tem grandes chances de falhar. Esse método é popularmente conhecido como tabelinha e suas chances de ficar grávida chegam a 25%. De maneira geral, os dias do período fértil podem ser alterados por fatores como estresse, febre e até por causa do uso de certos medicamentos.

Acaba esquecida quando o relacionamento é duradouro

O número de casos de mulheres em relacionamentos estáveis que foram contaminadas com o vírus da Aids cresceu muito nos últimos anos. Isso prova que estar casada ou em um namoro firme não é garantia de que sua saúde estará intacta. A infecção pode acontecer em casos em que o homem não sabe que tem uma DST mais antiga ou em situações de traição. Na dúvida entre confiar no parceiro ou se proteger, fique com a segunda opção.

Fonte: Bolsa de Mulher