Caspa é o nome popular que se dá para a dermatite seborreica. É um distúrbio inflamatório crônico que pode descamar ou deixar o couro cabeludo avermelhado. A dermatite é resultado de um desequilíbrio que pode atingir a região da cabeça, cílios, sobrancelhas e barba, áreas onde há mais folículos e glândulas sebáceas.

O que causa a caspa?

A caspa é a combinação de oleosidade com a presença de fungos e bactérias no couro cabeludo, levando à inflamação. Ela pode ter origem genética ou ser desencadeada por agentes externos, como alergias, situações de fadiga ou estresse emocional, tempo frio e excesso de oleosidade.

De acordo com a tricologista Cris Dios, o distúrbio é mais recorrente em jovens porque o couro cabeludo vai ficando mais seco com o passar dos anos. “Se a pessoa nunca teve caspa até os 30 anos, é muito difícil que comece a ter”, comenta Cris.

Se a pessoa já tem caspa, quanto mais oleosidade, pior fica. Por isso, é importante evitar umidade no couro cabeludo e seguir algumas orientações da tricologista:

– Lave sempre o cabelo após praticar atividades físicas

– Nunca durma com os cabelos molhados (fungos adoram umidade)

– Retire bem o shampoo ao lavar o cabelo para não obstruir o couro cabeludo

– Evitar água muito quente

– Não fique muitos dias sem lavar os cabelos

Além de ajudar a diminuir a quantidade de caspa, estes cuidados também garantem menos coceira. Com isso, além do desconforto ser menor, ao coçar menos a cabeça, o couro cabeludo fica menos irritado e diminuem as chances de formação de feridas.

Como acabar com a caspa?

Tratamentos caseiros

Existe uma crendice popular que diz que esfregar casca de limão no couro cabeludo resolve a caspa, mas é mito. “O limão é ácido, não deve ser usado, pode causar irritação na pele”, afirma Cris, que ensina uma receita caseira para o problema: suco de limão com óleos essenciais.

Contudo, Cris Dios explica que não existe tratamento definitivo conta a caspa, ela pode voltar a aparecer a qualquer momento e costuma piorar no verão, quando transpiramos mais.

Shampoos anticaspa

Quando o grau da caspa for leve, o shampoo anticaspa é capaz de resolver. O cosmético pode até ser usado todos os dias, o único ponto negativo é que ele deixa os cabelos mais secos.

Se os shampoos anticaspa encontrados em farmácias não resolverem, o ideal é procurar um dermatologista para que ele receite um shampoo dermatológico.

Queda de cabelo por caspa

Apesar da caspa não ser perigosa nem contagiosa, graus mais graves de caspa podem levar à queda de cabelo. Isso acontece porque o excesso de oleosidade obstrui os poros impedindo que o couro cabeludo respire.

Água quente no cabelo faz mal?

Sim, e se o seu cabelo for oleoso, mais ainda. A água quente retira a oleosidade do couro cabeludo de uma forma muito abrupta e, com isso, o organismo entende que a oleosidade que está produzindo é pouca e começa a produzir mais, aumentando a oleosidade já existente. Vale lembrar que o excesso é o principal agravante da caspa.

Fonte: Bolsa de Mulher