Definir a funkeira Ludmilla como uma “cameloa” parece já não ser suficiente para falar de seus cabelos. Em poucos dias, ela fez 3 mudanças, alterando o comprimento, a cor e a textura dos fios – e causando curiosidade em seus seguidores sobre cada transformação. Depois de aparecer com os fios com ombré hair, Ludmilla surpreendeu novamente os fãs com metade do cabelo azul.

Em publicações recentes nas redes sociais, entretanto, a cantora surgiu com os cabelos loiros platinados, quase brancos, e bem curtinho. A cabeleireira da famosa, Viviane Siqueira, contou ao Bolsa de Mulher tintim por tintim sobre as mudanças nos fios de Ludmilla e revelou: o que ela está usando para aparecer cada dia com um look pode custar até R$ 4 mil.

A funkeira apareceu em seu Instagram (@ludmilla) e em vídeos do Snapchat com os cabelos em corte chanel e loiros platinados. Nas imagens, é possível ver a raiz dos fios bem mais escura, contrastando com o aspecto luminoso do restante do cabelo.

A transformação de Ludmilla pode ser atribuída ao uso de lace wigs, um tipo de peruca de tela muito utilizada por famosas internacionais, como Beyoncé.

Segundo a cabeleireira de Ludmilla, Viviane Siqueira, a cantora teria adquirido vários modelos do produto em sua última viagem internacional.

Lace wigs: o que é, quanto custa, como cuidar 

A profissional explica que Ludmilla tem apostado nos modelos front lace, em que a tela de apoio fica na parte frontal da cabeça. Para manter a peruca no lugar é utilizado um tipo de cola específica e indicada para o produto. O acabamento nas extremidades do rosto é feito com maquiagem.

“Este modelo pode até ser colocado em casa, não precisa ir ao salão”, comenta Viviane.

Os fios que Ludmilla tem usado são 100% naturais, o que garante a possibilidade de coloração, como explicou Viviane.

A cantora não tira a peruca para lavar. Neste caso, é indispensável secar muito bem o couro cabeludo após as lavagens para que o cabelo preso na rede não mofe.

“Quando ela fez o ombré hair, não gostou do resultado. Então, ela veio até o salão e colocamos a cor azul. Se a peruca fosse sintética, não poderia tingir”.

Prós e contras do lace wig 

Apesar de as perucas não serem um recurso de beleza comum no Brasil, o mercado de lace wigs tem crescido e apostado em perucas sintéticas. As de cabelo natural são mais facilmente encontradas no exterior e, geralmente, são importadas por brasileiras.

A vantagem deste tipo de produto, além de ter várias texturas, comprimentos e cores, é que pode ser usado por quem sofre com queda de cabelo, passa por um processo de transição capilar ou fez o big chop (grande corte) e quer ter as madeixas com um aspecto diferente do original.

A desvantagem, entretanto, é a necessidade de manutenção. “Ela precisa trocar a cada 10 dias”, explica Viviane.

Custo 

Segundo pesquisa do Bolsa de Mulher, uma peruca sintética loira e de fios lisos de aproximadamente 30 cm pode custar R$ 380,00 em sites nacionais. Uma opção de cabelos longos e trançados, também sintética, chega a custar R$ 850,00.

Já os cabelos naturais, dependendo do comprimento, podem custar até R$ 4 mil cada uma, conforme informações da profissional Viviane Siqueira.

Fonte: Bolsa de Mulher