Mila Supinskaya/shutterstock

A acne se caracteriza por lesões vermelhas, com pus e até mesmo nódulos que quando desaparecem, deixam cicatrizes que podem ser manchas de cor marrom escuro, violáceo ou até mesmo “buracos” na pele. “As manchas das espinhas são causadas por uma inflamação chamada hipercromia pós-inflamatória que acaba sendo agravada pela manipulação das lesões, ou seja, quando a espinha é espremida ou pela exposição solar. E se a pele for morena, por ter mais melanina, maior será a chance de manchar”, explica a dermatologista Karina Nunes, da Innove Clinic, em São Paulo.

Como tirar manchas de espinhas?

Loginova Elena/shutterstock

Para evitar manchas de espinhas, é importante adotar alguns cuidados diários como, por exemplo, lavar o rosto diariamente com sabonetes específicos, usar produtos como adstringentes e esfoliantes, que promovem uma limpeza mais profunda da pele, e aplicar sempre o protetor solar, fundamental para não manchar a pele.

Caso elas já tenham aparecido, há tratamentos e cosméticos que auxiliam tanto no clareamento, quanto nas espinhas, redução de poros e cicatrizes. Alguns cuidados caseiros também podem ajudar.

Receitas caseiras contra manchas

Esfoliante de açúcar e mel

Billion Photos/shutterstock

Para fazer a receita caseira, basta misturar 2 colheres de açúcar ou aveia em pó com mel e acrescentar uma colher de sopa de iogurte, depois mexer bem.

Quando estiver pronta, coloque a mistura no rosto, esfregue suavemente e enxágue com água fria. “A aveia e o açúcar são ótimos para remover as células mortas e o mel tem antioxidantes que protegem e fortalecem a pele”, afirma. Use 1 vez por semana.

Mascara de argila verde

wavebreakmedia/shutterstock

Em um recipiente de plástico, misture 2 colheres de argila verde (encontrada em lojas de produtos naturais) em um pouco de água mineral ou água termal e mexa até obter uma consistência homogênea. Aplique na pele limpa, deixe agir por 15 a 20 minutos e remova completamente. “A argila verde ajuda na redução da oleosidade e dos poros. Pode ser feita a cada 10 ou 15 dias, dependendo da pele”, diz.

Gelo

Uma simples pedra de gelo pode auxiliar muito os casos de espinha inflamada. “Basta aplicar no local por alguns segundos. O gelo provoca uma vasoconstrição e auxilia, promovendo uma redução do volume e do eritema”, explica.

Fonte: Bolsa de Mulher