Nos últimos anos, o copinho menstrual deixou de ser um tabu para se tornar um grande aliado no manejo da menstruação. Muitas das mulheres que usam nem pensam em voltar para os tradicionais absorventes e uma recente pesquisa mostrou o porquê. Entre as vantagens, está uma melhor vida sexual. Conversamos com especialistas para entender melhor a relação entre os dois fatores. Veja a seguir.

Sexo melhor após copinho menstrual: o que diz a pesquisa

O levantamento foi feito pela Intimina, uma fabricante de produtos de higiene feminina, com 1.500 mulheres. Elas deveriam responder como suas menstruações mudaram desde que trocaram o absorvente pelo copinho menstrual.

Mas além de responder sobre o ciclo menstrual, elas notaram outro benefício: uma em cada quatro mulheres disse que sua vida sexual havia melhorado após o começo do uso do coletor menstrual. Os motivos seriam outras duas vantagens que também foram notadas pelas moças que responderam ao questionário: a diminuição da secura vaginal (mudança relatada por 66% delas) e o ganho de força da musculatura do assoalho pélvico.

Melhora mesmo? 

Ressecamento vaginal 

A ginecologista e obstetra Cristina Carneiro, membro da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), explica que, diferente do absorvente interno e externo, o coletor menstrual não altera o pH da região e não causa ressecamento vaginal. Portanto, a melhora da lubrificação pode estar mais relacionada à interrupção do uso dos absorventes comuns do que ao início do uso do copinho.

Força dos músculos do assoalho pélvico 

A ginecologista e obstetra Maria Elisa Noriler, também membro da Febrasgo, explica que o coletor vazio não tem nenhuma influência sobre o assoalho pélvico. No entanto, quando cheio, ele ficaria mais pesado, exigindo mais força de resistência da musculatura perineal. “Ele poderia atuar como um cone vaginal, equipamento usado nos exercícios perineais”, explica a médica, que conta também que não existem estudos importantes que comprovem esse benefício, o que torna a ação discutível.

Como esses fatores influenciam a relação sexual?

Uma boa lubrificação é fundamental para sentir prazer no sexo. Caso você perceba que não está conseguindo obtê-la, consulte um médico para descobrir a causa, que pode ser, por exemplo, uma alteração hormonal. Observe também se sua libido e a atração pelo parceiro estão satisfatórias, fatores esses que também podem influenciar na lubrificação.

A musculatura forte também é muito importante para uma relação mais prazerosa, uma vez que, com a adequada irrigação sanguínea, controle e coordenação dos músculos do períneo, as sensações sexuais são mais gostosas. Para mulheres que sentem dor ou dificuldade em obter prazer, a consciência perineal é ainda mais benéfica.

Há ainda outro fator que precisa ser considerado em quem usa coletor menstrual: o autoconhecimento, propiciado à medida que você precisa se tocar para colocar e retirar o copinho e encontrar a melhor forma de posicioná-lo sem incomodar. A mulher acaba conhecendo melhor o próprio períneo e, em consequência, saberá melhor o que lhe dá prazer.

Fonte: Bolsa de Mulher