Monkey Business Images/Shutterstock

Organizar o guarda roupa nem sempre é fácil, demanda tempo e paciência. Para não ficar com preguiça de começar, a personal organizer Ingrid Lisboa dá a dica de separar de 30 a 40 minutos, escolher uma parte do armário e repetir esse processo várias vezes (não necessariamente no mesmo dia).

Como arrumar o guarda-roupa

Praticar o desapego

Carolyn Franks/Shutterstock

Ingrid diz que se faz mais de um ano e meio que você não usa uma roupa, ela pode ser doada sem medo, porque as chances de voltar a usá-la são pequenas. Se mesmo assim você ainda ficar na dúvida, outra dica é se perguntar em que momento você usaria aquilo: se você só conseguir pensar em ocasiões muito específicas, como uma festa à fantasia, é melhor doar a vestimenta.

Roupas: cores e cascata

Ingrid orienta fazer a separação por cor apenas quando a pessoa tiver muitas peças de roupa. “Se ela tem 20 calças, facilita separar por cor, mas se forem poucas, não faz sentido”, explica.

Para não fazer bagunça na hora de tirar uma camiseta de uma pilha de roupas, a dica de Ingrid é colocar as peças em “cascata”. As camisetas não ficam exatamente umas sobre as outras. A disposição delas lembra uma escada: a debaixo um pouco mais à frente que a superior.

Disposição do espaço do armário

shutterstock_283916426

O ideal é deixar o que mais usar na altura das mãos, podendo variar da altura dos olhos até a dos joelhos. Nas extremidades, deve ser colocado o que é menos utilizado como, por exemplo, as roupas de inverno.

Como guardar sapatos?

Os sapatos devem ser guardados em caixas com furos para respiro. Se a caixa ficar em locais muito escondidos, é importante colocar algum produto anti-mofo dentro, porque sapatos de couro podem mofar se ficarem em um local fechado por bastante tempo.

Como guardar meias?

É muito comum perder um pé da meia dentro da gaveta e perder um tempão procurando. Para isso não acontecer, a dica de Ingrid é colocar uma meia sobre a outra e fazer rolinhos.

Como guardar bolsas?

O ideal é deixar sempre as bolsas em pé e em prateleiras. Quando não for possível, elas podem ser colocadas em ganchos. Para conseguir deixar a bolsa em pé, Ingrid recomenda colocar almofadas, papéis que vem dentro dos sapatos novos ou até papel de seda levemente amassado.

Como pendurar roupas?

Roupas de jérsei (ou malha fria), tricôs, camisas polo e roupas pesadas de malha não devem ser penduradas, porque esticam nas laterais. Se quiser pendurar as camisas polo, elas devem ser colocadas em cabides mais largos.

Qual é o melhor cabide?

Os cabides mais largos diminuem as chances de danificar as roupas. Quando for comprar cabides com presilha, sempre opte por aqueles com silicone. Ingrid explica que eles são os melhores, pois não estragam os tecidos, nem mesmo os mais delicados.

Como guardar roupas íntimas?

Timof/Shutterstock

O mais correto é guardar o sutiã aberto ou então colocar uma taça sobre a outra, mas nunca virar a taça para o lado inverso, porque estraga o bojo.

As calcinhas devem ser dobradas para não abrirem na gaveta. Primeiro, dobre as laterais da calcinha em direção ao meio, ela vai ficar com o formato semelhante ao de um absorvente. Depois disso, coloque o cós no meio e enfie os fundos dentro do cós. O resultado é bem parecido com o de um envelope. Essa forma de dobrar é legal porque a calcinha não abre dentro da gaveta.

Como guardar as roupas de inverno?

Quem sofre com falta de espaço sabe que não é fácil arrumar espaço para casacos e cachecóis. As roupas pesadas, que não são muito usadas, podem ser guardadas em caixas ou em sacos de reduzir.

“As caixas são para quem tem prateleira na parte de cima do armário. Se o problema for espaço, o ideal são os sacos de reduzir, porque diminuem o volume das roupas.”, comenta Ingrid.

Como roupas de couro não podem ser dobradas, Ingrid recomenda colocá-las em cabides e cobrir com capas de TNT.

Fonte: Bolsa de Mulher