Evgeny Atamanenko/Shutterstock

Perdi peso, ganhei peso e ainda estou em processo de emagrecimento. Eu tenho um armário com peças de vários tamanhos. E agora? Como lidar com essa fase em que tenho roupas que não cabem, mas podem voltar a servir? O que comprar? O que vestir? Como se virar com um guarda-roupa com uma variação tão grande de numerações?

De certa maneira, todo mundo atravessa um momento de conscientização e quer gastar menos com bens que são supérfluos. Ou, se for fazer investimentos em roupa, deseja que as peças durem, senão a vida toda, bastante tempo. Por isso, veja como se manter organizada em meio às opções que já tem seguindo as dicas da consultora de estilo e docente do Senac, Ana Carolina:

1. Se conforme que chegou a hora de doar ou vender as roupas que não servem mais, se você já não é do tamanho PP ou GG há muitos anos.

2. Dá para aumentar alguns números do manequim recorrendo a truques de costureira, pedindo para ela abrir a costura e colocar um tecido similar nas laterais ou alguma sobra de tecido nas costuras. Algumas calças já vêm com sobra de 1,5 cm nas costuras justamente para dar essa opção.

3. Blazers não costumam ficar bons com ajustes, então, guarde apenas aqueles mais preciosos, de tecido e qualidade boas, caso a transição aconteça mais rápido.

4. Guarde peças que possam ser ajustadas ou transformadas, como uma camisa que pode servir para fazer uma saia, um colete de tecido plano que dá pra aumentar nas laterais com mais tecido.

5. Outro truque bacana é comprar peças maiores e larguinhas e criar uma prega atrás prendendo com um alfinete interno ou com um broche decorado.

6. Terceiras peças são ótimas opções para disfarçar as peças de baixo mais fluidas: blazer, colete ou quimono por cima dão o charme necessário. Só não esqueça de marcar a cintura ou ter uma divisão boa entre calça e camisa para não ficar tudo solto demais.

Se for comprar roupas, invista em:

  • Peças que você vai poder reformar, como saias longas, saias mais curtas, calças pantalonas, calças de malha, blusas, vestidos mais soltinhos.
  • Roupas que vestem bem tanto justinhas quanto larguinhas, como blusas, suéteres, cardigans, alguns tipos de calças, camisetas e por aí vai.
  • Bazar de trocas com as amigas são ótimos para não gastar nada e ainda ajudar a variar e dar sobrevida às peças do guarda-roupa.
  • Na hora de adquirir, pense em materiais maleáveis e que fiquem bem até oversized, como tricôs volumosos, maxi blusas, quimonos de manga ampla, calças boyfriend ou cardigans.
  • Também vale pensar em peças com elastano na composição do tecido, que são maleáveis.

Fonte: Bolsa de Mulher