Não são todas as mulheres que sonham com bumbuns grandes como o da ex-BBB Adélia ou da musa fitness Gracyanne Barbosa. A modelo Jaque Khury, por exemplo, está fazendo três tratamentos estéticos para reduzir o tamanho do seu.

“Vou participar de um campeonato (fitness) no Canadá e só brasileirão tem bumbum grande, as concorrentes são mais sequinhas e eu prefiro também menor, acho mais elegante”, comenta sobre o porquê da decisão. 

Ondas de choque

Para conseguir reduzir ao efeito desejado, a modelo começou a fazer ondas de choque. O tratamento é feito com um aparelho que é responsável por fazer uma oscilação de pressão intensa na região do bumbum. “É como se fosse uma britadeira, ele vai fazendo disparos e toda vez que ele encosta na pele causa uma variação muito grande de pressão”, afirma a biomédica Tainá Maia.

O tratamento é responsável por romper a membrana celular de gordura, destruí-la e promover a vaso dilatação, aumentando a irrigação sanguínea e, consequentemente, o número de células da região.

“Ao aumentar a irrigação sanguínea, o corpo vai precisar de mais energia e isso vai gerar um maior gasto calórico”, comenta Tainá sobre os efeitos que continuam acontecendo depois das sessões.

Além disso, as ondas de choque são responsáveis pela liberação de fatores de crescimento e aumentam a regeneração e replicação celular, o que melhora o aspecto da pele e a flacidez.

Jaque está fazendo o tratamento no bumbum e nas coxas, mas ele também pode ser feito nos “pneuzinhos”, em regiões flácidas e na celulite. Cada sessão demora, em média, 30 minutos, é indolor e varia de R$ 400,00 a R$ 600,00. O recomendado é de 6 a 8 sessões.

Nas próximas semanas, Jaque vai se submeter a outros dois tratamentos: a criolipólise e laserlipólise.

Criolipólise

Na criolipólise é usado um aparelho que suga uma região com bastante gordura e o local é resfriado até menos 11 graus, de 45 a 60 minutos. O tratamento que congela, lesiona e depois elimina a gordura custa R$ 750,00.

“É um processo inflamatório, as células de defesa atacam as células congeladas e parte delas saem na urina e outra parte é aproveitada pelo corpo”, explica a biomédica.

Diferentemente das ondas de choque, em uma única sessão já é possível eliminar 30% da gordura da região e ela só pode ser repetida, no mínimo, 60 dias depois.

 Laserlipólise

Jaque ainda vai se submeter à laserlipólise. Neste tratamento são usadas placas com vários laser de diodo que atacam as mitocôndrias e estimulam a produção de energia.

“Para conseguir produzir mais energia, são quebradas as células de gordura. Por isso que ele também ajuda na diminuição de medidas”, explica a biomédica.

Outro efeito provocado é a abertura de poros na membrana celular para que ocorra a eliminação da gordura, como se acontecesse um esvaziamento das células de gordura. Esta gordura que se espalha pelo corpo é rapidamente eliminada quando o tratamento é combinado com exercícios físicos e uma alimentação saudável.

Além disso, o laser ainda contribui para a melhora da qualidade da pele e da flacidez. O indicado é que sejam feitas oito sessões.  Cada uma sai, em média, R$ 350,00.   

Fonte: Bolsa de Mulher