Yuganov Konstantin/Shutterstock

Boa alimentação, prática de exercícios, abandono de substâncias nocivas e manutenção de relações afetivas harmoniosas são medidas comprovadas no processo de evitar o envelhecimento precoce e longevidade. Mas e se a ciência elaborasse uma pílula que teria capacidade de manter a juventude por mais tempo, você tomaria?

Apesar de parecer futurista, a ideia pode estar mais próxima do que você imagina. Um recente estudo realizado pela Universidade de Washington, nos EUA, com uma droga chamada rapamicina seria a chave para frear o envelhecimento, segundo reportagem publicada pelo jornal “Daily Mail”.

6 hábitos que fazem sua pele parecer mais velha do que é: pare hoje mesmo

Leszek Glasner/Shutterstock

Administrada em cães durante 10 semanas, a droga se mostrou eficaz na melhora cardíaca de animais mais velhos, indicando que ela poderia ter efeito similar em seres humanos após mais estudos e testes. A rapamicina é um subproduto bacteriano atualmente usado em pacientes transplantados para evitar a rejeição de órgãos.

No entanto, o medicamento ainda pode causar efeitos secundários graves, como suprimir o sistema imunológico e deixar humanos mais vulneráveis a vírus e bactérias. Além disso, a versão atual da droga também aumenta o risco de câncer e teria de ser modificado antes de ser usada em testes com pessoas.

Pele boa de dentro para fora: 

Fonte: Bolsa de Mulher