por Paulo Nobuo

Quanto carboidrato devo comer por dia para emagrecer: saiba identificar no prato

Thinkstock

Se você nunca sofreu com a aparência do corpo, consegue vestir praticamente qualquer tipo de peça e não liga para aquela barriguinha saliente que costuma disfarçar com cintas, saiba que talvez deva prestar mais atenção à saúde. De acordo um estudo realizado em conjunto com universidades do Canadá, Estados Unidos e República Checa, pessoas com maior concentração de gordura abdominal (a famosa “barriga de chope”) correm mais riscos de morte do que obesos.

Estou perdendo peso ou desinchando? Aprenda a identificar os sinais

Cimmerian/iStock

O trabalho científico conseguiu observar uma relação direta entre distribuição de gordura do corpo e óbitos por doenças cardiovasculares de mais de 15 mil pessoas entre 18 e 90 anos e constatou que tanto homens quanto mulheres que apresentavam peso razoável, mas que apresentavam gordura abdominal, praticamente dobravam as chances de mortalidade quando comparados a quem estava bem acima do peso, mas tinha a gordura distribuída por todo o corpo.

A equipe médica explica que o fenômeno pode ser explicado basicamente pela representação do acúmulo de gordura abdominal: a barriga saliente seria um indicador de menor massa muscular, que normalmente está associado a um metabolismo desregulado e, portanto, menos saudável.

Bebidas que emagrecem: 

Fonte: Bolsa de Mulher