Geisy Arruda muda radicalmente o visual após ficar loira por 15 anos: ela abandonou os fios claros e ficou morena. Veja qual foi a técnica usada pela famosa para transformar os cabelos.

Técnica para escurecer os cabelos 

Jefferson Fernandes, do instituto Maria Ikeda, em Sorocaba, no interior de São Paulo, conta que usou o louro escuro marrom acinzentado para conseguir ressaltar os olhos verdes e a pele dela e que Geisy adorou resultado já que a cor se encaixa muito bem com ela e ainda trouxe um aspecto mais saudável para os fios. 

Geisy Arruda antes e depois

“É preciso mudar o visual para não ficar sempre com a mesma cara, estava cansada de ser loira, queria achar uma nova mulher em mim”, revela.

Apesar de ver a Geisy morena ser uma novidade, a transformação foi feita com o intuito de o cabelo ficar o mais próximo possível da sua cor natural.

“Queria que o meu cabelo voltasse a ter a cor natural, então tivemos o cuidado de usar um tonalizante até conseguirmos chegar em uma cor bem próxima a da minha raiz”, fala sobre como foi a transformação.

Cabelo platinado

Além disso, a modelo afirma que o loiro dava muito trabalho, quebrava muito, tinha que matizar sempre, fazer luzes e isso a deixou de saco cheio. Por isso, optou por esta nova cor que ela considera muito mais prática.

“Esta é a nova Geisy, enterrei a piriguete, quero um cabelo saudável e brilhoso, fácil de cuidar e esta nova cor mais fechada é a cara do inverno”, explica. Recentemente, Geisy inicou esta transformação adotando um visual mais comportado

De acordo com própria apresentadora, a nova cor representa uma “Geisy mais moderninha”. Apesar da transformação ter sido grande, a modelo não mexeu no corte do cabelo.

“Já passou a minha fase mega hair, salto 15, roupa curta e justa, quero passar uma imagem mais natural e serena agora”.

Transformação do cabelo

A mudança de cor foi feita com tonalizante até chegar a uma cor muito próxima à cor natural do cabelo dela. Depois disso, ela fez reconstrução capilar com produtos importados para garantir maciez.

“Evito o máximo possível fazer procedimentos químicos. Meu cabelo já sofreu muito, agora está na hora dele se recuperar. Só faço progressiva na raiz quando precisa”, comenta sobre a mudança no visual. 

Esta foi a primeira vez que Geisy foi ao instituto Maria Ikeda. “Eu não conhecia o salão dele, que é um amigo querido, fui lá conhecer e como meu aniversário é domingo, resolvi radicalizar”.

Fonte: Bolsa de Mulher