Kobe Bryant foi um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos. Entre suas principais conquistas, o ala-armador do Los Angeles Lakers tem cinco títulos da NBA, a liga profissional de basquete norte-americana, e duas medalhas de ouro olímpicas, conquistadas com a seleção dos Estados Unidos. Kobe possui outras marcas impressionantes na carreira, como 18 participações no All-Star Game, jogo que reúne os melhores jogadores de cada temporada,  dois prêmios de MVP (jogador mais valioso) em dois dos cinco títulos conquistados pelo Lakers, e as 1.

566 partidas disputadas pelo time da Califórnia, recorde absoluto da NBA. Nesta quarta-feira, Kobe Bryant fez o último jogo como jogador profissional de basquete (confira no vídeo acima).

O time dele, o Los Angeles Lakers venceu o Utah Jazz, por 101 a 96, e o ala-armador fez nada menos que 60 pontos, maior marca da atual temporada do basquete americano, mas menor que seu recorde pessoal, que é de 81 pontos, marcados num jogo contra o Toronto Raptors, em 2006.O meia Alisson, do Cruzeiro, é fã declarado do basquete americano e de outro ídolo da NBA, o armador Stephen Curry, do Golden State Warriors.

O time de Oakland também viveu um grande momento na noite desta quarta-feira. Ao vencer o Memphis Grizzlies, por 125 a 104, bateu o recorde de maior triunfos numa temporada.

Foi a 73ª vitória do Warriors, que ultrapassou a marca do lendário Chicago Bulls, de Michael Jordan, de 1995/96. Alisson conta que ficou dividido entre os dois jogos e que curtiu os shows de Kobe e Curry, mudando de canal várias vezes durante a noite.

– Eu estava vendo o Golden
State, aí depois eu vi o jogo do Lakers. Foi um dia maravilhoso para o Kobe.

Foi um grande jogo e uma grande despedida dele. Eu gosto muito do Stephen Curry e vou torcer pro Golden State nos playoffs.

Para o jogador do Cruzeiro, Kobe Bryant é um exemplo também para atletas de outra modalidade, por tudo que fez na carreira. Alisson se espelha na carreira de Kobe e no seu legado dentro e fora das quadras.

– Kobe é um grande profissional.
Um cara que se cuida e que quer vencer sempre.

No treinamento, ele faz o melhor
porque quer ser o melhor sempre. É um cara que eu posso me espelhar pelo
caráter e pelo profissionalismo que tem.

A paixão pelo basquete foi herdada de um amigo e companheiro de time: o meia Élber.
– Foi o ele que me fez gostar do basquete e assistir aos jogos.

Decisão com o América-MGAlisson, Élber e o Cruzeiro têm o América-MG pela frente, em partida válida pela semifinal do Campeonato Mineiro. O jogo será sábado, às 16h20 (de Brasília), no Independência, e Alisson espera um compromisso difícil para ele e os companheiros.

  – Deivid tem na cabeça o que tem de trabalhar para enfrentar o América-MG. A partir de hoje, é momento de concentrar ainda mais.

Na semifinal,
vamos muito fortes. Esperamos chegar a sábado e fazer grande jogo.

.

Fonte: Globo Esporte