KreativKolors/Shutterstock

Comandado pelo especialista em relacionamentos John Gottman, o laboratório do amor, espaço dentro da Universidade de Washington, nos EUA, há mais de 40 anos se dedica a estudar relacionamentos amorosos e identificar, segundo o expert, quando uma relação vai dar certo com 90% de chances de eficácia.

Em uma recente reportagem do site da “BBC”, Gottman diz que ensina os casais a salvarem suas relações e ainda aponta 4 venenos de um relacionamento e seus principais antídotos para uma vida a dois feliz e satisfatória. Confira quais são eles abaixo:

Venenos dos relacionamentos

1. Crítica: excesso de ataques à natureza ou personalidade do parceiro, queixas constantes e comentários negativos são fatos que contaminam qualquer relação.

2. Desprezo: se insultos, sarcasmos e humilhação estão presentes no relacionamento é sinal de que a falta de interesse e respeito chegou a um limite insustentável.

3. Estar sempre na defensiva: se você sente que precisa ser sempre muito cuidadosa com o que diz e como se comporta e chega a sentir medo do parceiro, talvez seja hora de avaliar se a autoproteção está minando a relação.

4. Tratamento do silêncio: se os três indícios listados não conseguem ser solucionados, o fechamento e a indiferença, expostos através de falta de diálogo, são sinônimos de que a relação está envenenada e precisa ser tratada.

Antídotos para relação em crise

5 produtos de beleza do seu namorado que você deveria incluir na sua nécessaire

auremar/Shutterstock

1. Queixas sem culpa: assumir as responsabilidades de uma crise na relação e realizar discussões sem tentar apontar o dedo é uma das saídas para evitar o desgaste e o fim de um relacionamento amoroso.

2. Respeito: demonstrar afeto e estima, se concentrando sempre nas características positivas do parceiro ajuda a lidar melhor com possíveis crises na relação.

3. Assuma a responsabilidade: estar aberta a críticas e ouvir o que o parceiro tem a dizer é uma atitude madura que pode ajudar você a amadurecer pessoalmente e na relação.

4. Calma: se você sente que precisa discutir com seu companheiro e está nervosa, espere 20 minutos para reduzir seu ritmo cardíaco antes de começar uma conversa. A dica do especialista é sair para caminhar um pouco e se distrair antes do papo.

Dicas de relacionamento: 

Fonte: Bolsa de Mulher