Oksana Kuzmina/Shutterstock

Mamães cuidadosas com seus pequenos sempre se preocupam em blindar os filhos de germes e bactérias, especialmente em dias mais frios, que aumentam as chances contaminações e, claro, diante do medo da epidemia da gripe H1N1 que lota hospitais e prontos-socorros em todo o país.

Uma das medidas mais simples para evirar gripes e resfriados é, de fato, manter as mãos sempre limpas, mas, a higienização exagerada não é indicada por médicos. O excesso de lavagem pode ser prejudicial por retirar da pele as proteções naturais e também por poder provocar irritações e fissuras nas mãos das crianças.

Marcel Jancovic/Shutterstock

Além das vacinas, essenciais para a proteção dos pequenos, outras medidas mais eficazes do que a constante lavagens das mãos devem ser tomadas. No caso de bebês recém-nascidos, por exemplo, o aleitamento materno é considerado a melhor maneira de prevenção, já que nenhum medicamento é indicado e a nutrição correta garante mais imunidade.

Crianças que já frequentam escolinhas exigem ainda cuidados extras, pois normalmente estão mais expostas em contato com um grupo. Usar sempre lenços descartáveis para a limpeza do nariz, manter a casa arejada e evitar o ar condicionado são algumas medidas simples. Outra indicação é usar um soro fisiológico para limpar as vias aéreas dos pequenos.

Cuidados com a saúde: 

Fonte: Bolsa de Mulher