Essa é a temporada de amor pelo abacate. A fruta, que um dia já foi condenada por ser muito gordurosa, possui alto teor de fibras, o dobro do potássio da banana, vitaminas B6, vitamina E, antioxidantes e ácidos graxos monoinsaturados, apenas gordura saudável.

O óleo presente no abacate previne o coração de doenças cardiovasculares, graças ao seu alto teor de ácido oleico, uma gordura monoinsaturada que auxilia na redução do colesterol ruim (LDL) e aumento do bom (HDL). Além disso, fortalece o sistema imunológico, pele e cabelos.

Mas você sabia que pode estar descartando a parte mais importante, segundo muitos admiradores e até estudos científicos? Do abacate, costumamos desprezar muito rápido uma parte bastante importante (talvez a mais rica): sua semente.

É no caroço do abacate que estão as maiores doses de antioxidantes e polifenóis que são conhecidos por serem fortes combatentes de doença graves. A maneira mais fácil de consumi-lo é o transformando em um pó para poder adicioná-lo em sucos e  smoothies.

Para o preparo do pó, você primeiro precisa desidratar colocando a semente no forno por um par de horas. Depois, é só ralar ou moer em um processador resistente, e adicionar à sua receita favorita.

Abacate na dieta:

Fonte: Bolsa de Mulher