Lucas Lucco voltou a falar do problema de depressão e síndrome do pânico na última quarta-feira (11), no “Encontro com Fátima Bernardes”. Vivendo o personagem Uodson em “Malhação: Seu Lugar no Mundo”, o cantor chegou a ficar cerca de dez dias afastado das gravações e recebeu apoio da equipe e elenco da novelinha teen da TV Globo.
Depois de ler o desabafo do sertanejo nas redes sociais, no final de 2015, o diretor Leonardo Nogueira, marido de Giovanna Antonelli, decidiu afastá-lo temporariamente da trama.

“Estava indo para os Estúdios Globo quando soube do que tinha acontecido. Imediatamente fui para a casa do Lucas dar o suporte.

Conversamos muito. Liguei para o (autor) Emanuel Jacobina, que compreendeu a situação.

Ele ficou aproximadamente dez dias sem gravar. Na volta, o ritmo foi mais leve.

Atualmente, o Lucas está ótimo e gravando igual a todos”, contou ao jornal “Extra”. “Após o retorno, ele chegou a se sentir mal novamente, mas conversamos e ficou tudo bem.

O pico da crise foi curto, o resto é manutenção”, completou Nogueira.
Segundo o autor, o afastamento de Lucas, que pode deixar a trama em breve para cumprir agenda de shows, não comprometeu o andamento da história, já que ele havia adiantado muitas cenas.

“A gente não escolhe passar por algumas situações. O apoio que ele recebeu, todo mundo que passa por isso precisa ter.

Logo depois que Lucas retornou às gravações, ele me mandou um e-mail, dizendo ‘eu estou voltando e agora pode contar comigo. Esse problema já passou’, contou Jacobina.

Nicolas Prattes, colega de elenco e companheiro de Lucas no treinos de crossfit, falou da recuperação do amigo. “O pior já passou.

Nós não falamos sobre nada que não mereça ser lembrado”. Intérprete de Vanda, mãe de Uodson, Solange Couto também prestou apoio ao artista, de quem se aproximou durante a crise.

“Eu falei para ele: ‘você tem que se olhar primeiro e depois pensar em colocar o bonde na rua. Você é novo e precisa estar saudável’.

Hoje, Lucas está tão bem que nem parece que teve algum tipo de problema”.
(Por Caroline Moliari)
.