Uma história de adoção nos Estados Unidos está comovendo o mundo todo. Stephanie Culley, que tem três filhos biológicos, adotou mais seis crianças, filhas de uma amiga que morreu vítima de câncer e vem sendo chamada de heroína por muita gente.

Em entrevista à repórter Caren Pinto, do jornal americano ABC News, ela contou que a amiga Beth foi diagnosticada com a doença há dois anos, quando estava grávida do sexto filho. Em abril deste ano, o tumor se espalhou, atingiu o cérebro e não havia mais nada a ser feito pelos médicos.

Ainda durante a doença, Stephanie conversou com o marido, Donnie, e concordaram em cuidar dos filhos de Beth, levando-os para sua casa. “Senti uma paz completa por estar sendo mãe de 9 filhos”, afirmou. Com a morte dela, ocorrida em maio, o casal quer legalizar a adoção. “Deus tinha um plano. Sempre me perguntei por que construí uma casa tão grande”, disse.

Como a família de Stephanie tem uma vida humilde, as dificuldades financeiras para cuidar de todas as crianças já começaram a surgir. Para ajudar, ela criou uma campanha de colaboração em um site de financiamento coletivo chamado “Gofundme”, onde já arrecadou mais de US$ 50 mil (o equivalente a quase R$ 200 mil).

No site, ela agradece a generosidade das pessoas e diz que as crianças estão bem e se estabelecendo na nova casa e na nova vida. Diz, ainda, que a amiga ficou tranquila ao saber que seus filhos seriam bem cuidados e muito amados. “Quero agradecer a cada um de vocês que têm demonstrado seu amor e apoiado Beth e sua família durante este tempo. De fazer doações em dinheiro, refeições ou apenas estar presente quando necessário. Quanto ao futuro, vamos viver um dia de cada vez, mantendo sua memória viva e fazendo uma nova família juntos”, disse.

Fonte: Bolsa de Mulher