É comum que pais e mães contratem serviços de fotografia para registrar o parto. O nascimento dos filhos é um dos momentos mais marcantes da família e, por isso, merece ser registrado com habilidade profissional. Lisa Robinson, da Califórnia (EUA), também quis eternizar o nascimento da sua segunda filha, Anora. Mas, por um ângulo inusitado: o da mãe. Fotógrafa profissional, foi ela quem registrou o próprio parto.

Com um filho de 9 anos, quando conheceu seu segundo marido, Lisa tentou engravidar por três anos. No entanto, depois de viver dois abortos espontâneos, desistiu da ideia de ter um segundo filho.

Mas, pouco tempo depois de abandonar as tentativas, veio a surpresa: o teste de gravidez deu positivo.

Lisa é fotografa profissional. No entanto, seus trabalhos sempre foram retratos ou ensaios de casamento. Mas, de acordo com site americano Huffington Post, a ideia de fotografar o próprio parto surgiu quando ela ainda estava grávida.

Quando começou a sentir os sinais do trabalho de parto, Lisa e o companheiro se dirigiram ao hospital e, junto com a mala, a família levou também a câmera, objeto essencial para essa história se diferenciar de todas as outras. Os registros foram feitos desde a chegada ao hospital e preparativos para o nascimento de Anora até o contato pele a pele nas primeiras horas de vida e a primeira mamada.

Como a fotógrafa conta, mesmo no momento do expulsivo, fase em que as dores se intensificam, ela, embora tenha se desligado um pouco da câmera, continuou registrando os momentos, sem se importar com o foco ou o enquadramento.

Depois que Anora foi para os braços da mãe, a avó pegou a câmera e continuo registrando todos os momentos.

Relato de parto

Ao Huffington Post, Lisa forneceu um emocionante relato de parto. Veja na íntegra:

Fonte: Bolsa de Mulher