Como tirar cheiro de cigarro dos dedos

ShutterStock

Até mesmo quem fuma conhece os inúmeros malefícios do cigarro para a saúde e, quem luta contra o vício, sabe como é difícil parar. Mas se por um lado o tabagismo oferece riscos ainda maiores para mulheres, elas podem contar com um fator extra que ajudaria a se livrar de vez da nicotina: o ciclo menstrual.

Se a menstruação pode ter efeitos dramáticos sobre o humor, por que não tirar proveito da situação para um bem maior? Trabalhando a partir da constatação de pesquisas anteriores que indicam que parar de fumar é mais difícil para os homens do que para as mulheres, um novo estudo avaliou os efeitos dos hormônios estrogênio e progesterona sobre o comportamento viciante em animais.

Conheça dicas de como disfarçar o cheiro de cigarro dos cabelos

ShutterStock

Estudos já demonstraram que durante a fase folicular do ciclo menstrual, quando a relação entre progesterona e estrogênio é baixa, as mulheres ficam mais propensas a serem impulsionadas para um comportamento viciante, como o tabagismo, por exemplo.

Por outro lado, durante a fase pré-menstrual inicial, as mulheres apresentam menor probabilidade de cederem a “tentações” e serem afetadas por comportamentos de dependência. Com base nisso, a equipe de cientistas trabalhou com hipótese de que a progesterona pode ajudar a prevenir uma mulher de recaídas na hora de largar o cigarro. Neste momento, portanto, a tentativa de abandonar o vício pode se tornar mais bem sucedida.

Descoberta científica: 

Fonte: Bolsa de Mulher